Horóscopo

Existe inferno astral? E 13? signo? 8 mitos e verdades sobre astrologia

Getty Images
Barbara Abramo, astróloga do UOL, esclarece alguns pontos curiosos sobre astrologia Imagem: Getty Images

Patrícia Colombo

Do UOL, em S?o Paulo

O universo da astrologia desperta muita curiosidade e acaba gerando por aí alguns mitos disfarçados de verdades. O UOL convocou as astrólogas Barbara Abramo, que assina as previsões diárias e mensais aqui no portal, e Titi Vidal para esclarecer as questões mais comuns relacionadas ao tema.

É ou n?o é?

  • Existe um 13? signo.

    Mais ou menos. É a chamada "treta" entre astrólogos e astrônomos que se resume em: a astrologia considera a exist?ncia de 12 constelaç?es, mas a astronomia diz que s?o 13. Essa 13? chama-se Ofiuco. Caso ela fosse considerada no horóscopo, teríamos 13 signos no total (o novato serpentário ficaria entre escorpi?o e sagitário) e a mudança mexeria com todas as datas. "Existem 12 signos, mas inúmeras constelaç?es. O caso é que a constelaç?o de Ofiuco se encontra no círculo imaginário chamado Eclíptica e com isso algumas pessoas resolveram 'reinventar a roda' com esse lero-lero nada a ver", defende Barbara. Titi também pontua a quest?o como mito. "Essa história volta de tempos em tempos desde os anos 70, noticiada na mídia como novidade... Isso é falta de conhecimento sobre os sistemas de refer?ncia da astrologia. Imagine um círculo em volta da terra, por onde aparentemente o sol caminha. Divida em 12. S?o os 12 signos."

  • É o ascendente que comanda depois dos 30 anos.

    Mito. Existe um papo que diz que o signo ascendente (aquele que é tipo a sua "máscara", interferindo em como voc? se mostra para os outros), se torna mais forte que o signo solar (aquele seu principal, sabe? Que trata das quest?es do seu interior, sua identidade como pessoa) depois dos 30 anos. As astrólogas, no entanto, pontuam que isso é balela. "O sol é nosso centro, assim como é o centro do sistema solar. A ideia é sermos cada vez mais a ess?ncia, que é o Sol, mas junto com todo resto do mapa, incluindo o ascendente", explica Titi.

  • Inferno astral existe.

    Mito. Dizem que o m?s que antecede o aniversário é daqueles traumatizantes em que tudo dá errado. Segundo Titi, n?o é bem por aí. "Trata-se do fim de um ciclo pessoal, mas n?o necessariamente uma fase difícil." Barbara pontua que se trata de um nome pop justamente para esse período de revis?o da vida --bom para encerramentos, finalizaç?es e términos de muitos assuntos. "Astrologicamente, o m?s antes do aniversário tem uma qualidade parecida com a fase minguante da Lua, acrescida do simbolismo da casa 12 (que sempre é a casa astral que encerra o ciclo zodiacal). Como a casa 12 é a dos sofrimentos (inclusive, o psicológico) associa-se o período anterior ao nascimento com esse significado mais pesado", diz ela.

  • Retorno de Saturno existe, e o planeta é o vil?o do mapa.

    Verdade e mito. Tem quem morra de medo porque, na cultura popular, o chamado Retorno de Saturno tem o estigma de representar uma fase de sofrimento. Mas acalme-se porque, para a astrologia, a proximidade dos 30 anos representa, na verdade, um período de bastante crescimento graças a atuaç?o desse planeta. "Todo planeta algum dia 'retorna' para a posiç?o em que estava quando a gente nasceu. De modo que Saturno também o faz --isso acontece entre 28 e 30 anos mais ou menos. Como Saturno é o 'cobrador astral de impostos', tudo o que a gente ignorou, acabamos aprendendo pela dor. Mas Saturno também é o planeta da construç?o, do planejamento racional e da capacidade de adiar prazeres imediatos em nome de uma realizaç?o ou meta mais importante. Ele só é vil?o para quem n?o quer pagar dívidas, quem promete e n?o cumpre, e quem acha que existe almoço grátis [risos]."

  • Se nasceu no último dia de um signo, vai ter características do seguinte.

    Mito. "Faço aniversário em 19 de abril. Sou áries, mas acredito que tenho mais características de touro porque nasci no último dia." Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu uma frase do tipo de algum amigo! Mas, olha, esse papo aí n?o tem nada a ver, viu? "O que acontece é que alguns planetas, como mercúrio e v?nus, podem estar nos signos vizinhos por andarem pertinho do sol", explica Titi. "E aí voc? terá também aquelas características." Exemplo: a pessoa nasce com sol em capricórnio, mas tem v?nus em capricórnio e mercúrio em aquário: ela vai escolher e gostar de coisas de capricórnio, acentuando esse lado do signo solar. Porém, vai pensar como aquário, na vida prática, por ele ser o signo que vem em seguida.

  • Mercúrio retrógrado só faz mal.

    Mito. Esse já virou até piada quando rola algum problema no dia a dia. Explicamos: o fenômeno planetário se dá quando Mercúrio anda nessa espécie de "marcha ? ré". Todos os demais planetas t?m essa movimentaç?o, só que no caso de Mercúrio ela acontece tr?s vezes por ano. "Ele é positivo quando voc? recupera um anel que perdeu ou recebe um dinheiro que estava prometido e nunca chegava. Depende! N?o é bom para comprar nada novo nem assinar contratos. O papel de Mercúrio é movimentar, através da mente prática, do diálogo e da express?o, nossas relaç?es com o mundo e com as pessoas. Quando ele está retrógrado, fica mais difícil se fazer entender. Mas também ficamos mais atentos para n?o falar besteira", afirma Barbara. "Nada é bom ou ruim em ess?ncia na astrologia. Tudo sempre depende do contexto. A ideia é saber o que é e o que fazer ou evitar em cada período", acrescenta Titi Vidal.

  • Uma relaç?o entre signos opostos n?o dá certo.

    Mito. Dizem que signos de fogo n?o combinam com signos de água, por exemplo. Mas as astrólogas consultadas descartam a quest?o. "A decis?o do relacionamento depende de, pelo menos, uma pessoa querer. Cansei de ver sinastrias (cruzamento dos mapas astrais de dois indivíduos) perfeitas quando nem havia interesse amoroso entre as pessoas em quest?o" diz Barbara. "E já vi mapas turbulentos e explosivos de casais apaixonados."

  • Nascimento por cesária interfere nas características da pessoa.

    Mito. "Trata-se de uma discuss?o do tipo 'qual é o sexo dos anjos'. Alguns dir?o que a própria cesárea já estava anunciada no mapa. Outros dir?o que n?o", explica Barbara. "Por diversos motivos, e o principal nem é o mapa astral, considero mais importante que se respeite o tempo de maturaç?o natural da gravidez, quando isso for possível no âmbito médico."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Céu do Mês
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Céu do Mês
do UOL
do UOL
Horóscopo
do UOL
do UOL
Glamurama
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Céu do Mês
do UOL
do UOL
do UOL
Horóscopo
do UOL
do UOL
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Céu do Mês
Blog Social 1
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Horóscopo Virtual
Céu do Mês
do UOL
Comportamento
Topo