Horóscopo

Leu o horóscopo e não entendeu direito? Saiba como são feitas as previsões

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

19/12/2016 06h56

O horóscopo diário, semanal, mensal ou anual é composto de dicas e orientações que podem facilitar a vida do nativo de cada signo. O astrólogo, ao fazer uma previsão, analisa inúmeros fatores: os signos onde estão os planetas, as fases da Lua, os movimentos de retrogradação e as conjunções são só alguns deles. Ao ler a previsão, talvez você não entenda por que o profissional faz menção ao Sol, à Lua ou até mesmo a signos que não são o seu. Mas tudo tem uma razão. Entenda a importância de cada um desses aspectos na construção de uma previsão.

Signo e ascendente

O signo solar, aquele que você descobre a partir do dia e mês do seu aniversário, é o signo onde o Sol estava posicionado no momento do seu nascimento. Ele expressa a essência da pessoa. Já o ascendente é o signo que se erguia no horizonte no momento do nascimento e é descoberto pela hora em que cada pessoa veio ao mundo. “É o nosso cartão de visitas, indica a forma como nos mostramos ao mundo e como o mundo nos vê”, diz o astrólogo do UOL, Marcelo Dalla. Por isso, os profissionais indicam que, além de ler a previsão do signo solar, o do ascendente também seja consultada, para se ter um panorama completo de tendências e possibilidades.

Lua

Ao ler o horóscopo, você vai perceber que sempre há informações sobre a posição da Lua no céu: o satélite indica o clima geral do momento. “A Lua é bastante significativa porque seu movimento é rápido, ela muda de fase e de signo em pouco tempo, trazendo alteração das reações emocionais, a busca de novos assuntos e interesses e favorecendo a criação de novos hábitos”, explica a astróloga Nelly Lessa. Além das tendências que ela ressalta em cada signo, há também influência das fases lunares. A Lua nova, por exemplo, marca inícios. Já a Lua cheia facilita o ápice de muitas situações, enquanto a minguante é o período de finalizações importantes.

Sol

Quando o Sol transita por um determinado signo, traz à tona as características daquele signo para todas as pessoas, explica Nelly. “Quando está em Áries, por exemplo, há uma energia mais dinâmica, audaciosa e corajosa. Se uma pessoa, independentemente do signo, estiver nesse momento com alguma indecisão, pode aproveitar essa energia ariana para agir”, diz. Em 21 de dezembro, o Sol ingressa em Capricórnio e a determinação, firmeza e perseverança características dos nativos desse signo é que ditarão o contexto dos acontecimentos. “Levados pela ambição capricorniana, todos podemos elaborar nossos projetos para o próximo ano”, diz Nelly.

Trânsito dos planetas

Todos os planetas são importantes para as previsões porque, ao transitarem pelo céu, indicam tendências de energias que influenciam a todos, mas especialmente os signos dos quais são regentes. Áries é regido por Marte, por exemplo, enquanto Vênus rege Touro e Libra. “Júpiter é expansão. Ele expande as qualidades do signo por onde transita e traz oportunidades. Já Urano é o revolucionário, que traz mudanças, reviravoltas, imprevistos e libertações, pedindo renovação nos assuntos relativos ao signo em que transita”, exemplifica Dalla.

Movimento retrógrado

Quando um planeta fica retrógrado, ele pede revisões gerais nos assuntos que rege. A retrogradação de Mercúrio é a mais sentida, já que o planeta manda no pensamento, nas ideias, na comunicação, nas trocas, negociações, deslocamentos e outros assuntos práticos. “Todos somos afetados, porém, os que sentem mais essas alterações são os signos regidos por ele -- Gêmeos e Virgem – além dos signos pelos quais ele transita quando fica retrógrado”, explica o astrólogo. “Tudo que ocorre no céu afeta a todos nós, com maior ou menor intensidade”, completa Nelly.

Conjunção

Ocorre quando dois ou mais planetas se encontram em determinado signo. Ela indica que as energias dos dois vão se fundir, influenciando o coletivo. “Conjunções entre planetas lentos --Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão -- são as mais importantes”, diz a astróloga do UOL Barbara Abramo. “A conjunção entre Júpiter e Saturno, que ocorre de vez em quando, dá o tom de para onde a sociedade e as coletividades irão se dirigir em termos de gostos, preferências e valores. A última, que ainda estamos vivendo, ocorreu em Touro, acentuando posses e valores materiais, além de valorizar a gastronomia e a moda”, explica a especialista. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
Céu do Mês
Peixes
Escorpião
Leão
Gêmeos
Libra
Touro
Câncer
Áries
Virgem
Capricórnio
Sagitário
Aquário
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Céu do Mês
Câncer
Aquário
Gêmeos
Libra
Peixes
Sagitário
Touro
Capricórnio
Virgem
Escorpião
Leão
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Céu do Mês
do UOL
do UOL
Topo