Moda

Boy George encerra Semana da Moda de Londres com desfile espetacular

EFE
Boy George e seu assistente, Mike Nicholls, no final do desfile Imagem: EFE

19/02/2006 19h02

LONDRES (AFP) - A Semana da Moda londrina terminou no último sábado (18) com a coleção outono-inverno do cantor pop britânico Boy George, que apresentou um desfile inspirado "na volatilidade do amor" desenhado para a linha BB-Rude.

Bolsas em forma de granadas, vestidos e calças de tecidos camuflados que levavam os símbolos da paz impressos: Boy George criou uma moda para mostrar que "vivemos em tempos voláteis, nos quais a violência irrompe a qualquer momento".

"O amor também é volátil, um dia amamos alguém loucamente e, depois, queremos matá-lo", comentou o cantor, enquanto as modelos se despiam e tiravam a maquiagem.

Para ele, música e moda "é tudo uma mesma coisa".

Suas criações ajudaram a quebrar a tendência de muitos estilistas, que apostaram sobretudo no preto durante a Semana da Moda.

Hoje, quase todos os modelos que desfilaram a coleção da casa Jean Muir estavam de preto, com casacos de lã leve e peles amarradas na cintura, além de calças acompanhadas de jaquetas curtas e vestidos de noite, em jersey e brocados.

"O preto continua sendo a cor elegante por excelência, mas temos buscado tecidos suaves e fluidos, que o suavizam", disse à AFP Sindy Stemp, da equipe de estilistas Jean Muir.

Jasper Conran, Preen, Noir e Gharani Strok, que mostraram suas criações nestes cinco dias de desfile, também optaram pelo preto, às vezes acompanhado do cinza, bege e suas variações.

Outros, entre eles o duo britânico-brasileiro Basso & Brooke, cujo desfile aconteceu nas catacumbas londrinas, mandaram os tons escuros passear, apostando decididamente na cor, vibrante e quente.

"O inverno está cheio de cor, não são apenas céus cinzas e grandes nuvens pretas, de modo que não vejo por que tenho de me limitar a usar cores escuras", falou o jovem estilista britânico Gilles Deacon, cuja coleção outono-inverno 2006 apareceu cheia de rosas iluminados e escarlates.

Considerado uma das estrelas da moda londrina, Gilles, que tem a supermodelo Linda Evangelista entre seus clientes, disse, em entrevista à AFP, que tenta levar para a moda "cor, mas também volume e cortes originais".

"Encontro a inspiração principalmente em Londres, uma cidade que adoro, por ser cosmopolita, multicultural, e estar cheia de sabores, cores e odores", comentou Gilles, após seu desfile, um dos mais excitantes do evento.

O rapaz, consagrado "estilista do ano" após sua deslumbrante coleção primavera-verão 2006, propõe para o outono-inverno sofisticados abrigos com mangas imensas, trajes amplos, performáticos, teatrais, cheios de brilho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo