Moda

Gucci apresenta o 'dândi moderno' em Milão

19/01/2009 19h15

ROMA, 19 Jan 2009 (AFP) - A famosa marca italiana Gucci apresentou, nesta segunda-feira, em Milão, suas criações de um "dândi moderno" para o homem de 2009-2010, com ternos completos, camisas de cores radiantes e gravatas listradas.

O homem "Gucci" tem este ano um estilo muito pessoal, que oscila entre o rock e o eletrônico, com ternos xadrez e tweed, camisa vermelha com gola rosada bem apertada e acompanhada de uma fina gravata listrada.

A maison põe de lado a crise econômica e exibe jaquetas curtas de couro de cavalo, crocodilo, ou carneiro, e até de vinil brilhante, tudo isso sobre calças colantes, ao estilo das "leggins" femininas.

Os "dândis modernos" da estilista Frida Giannini têm sapatos pontiagudos e um ar andrógino.

As criações do britânico John Richmond para o próximo inverno são mais sóbrias em relação ao seu bem-sucedido estilo transgressor do passado, jogando com ternos e jaquetas sobre calças largas com pinças na frente que se fecham na panturrilha.

O lado provocador do estilista reaparece em algumas peças da coleção, como o casaco preto com uma caveira dourada bordada nas costas, ou um extravagante casaco preto com lantejoulas.

A semana de moda masculina de Milão, que foi aberta no sábado e dura quatro dias, realiza numerosas apresentações fora do calendário oficial, como é o caso de Dolce&Gabbana e Marni.

Os grandes nomes da moda alardeiam ostentação para evitar contágio pelo pessimismo que se espalha pelo mundo por causa da crise econômica e propõem looks criativos e audaciosos, com detalhes e cortes inovadores.

Enquanto Prada apresenta uma coleção dominada pelo tradicional, com casacos grossos e terno de cashmere, nas cores cinza, branco e preto, Armani adverte que quis evitar o esbanjamento.

"Pedi a meus colaboradores que evitassem o desperdício e oferecessem um leque de roupas menos amplo. É preciso cortar os galhos secos", justificou Armani, garantindo que o bem-estar voltará em 2010.

Para Versace, o homem é viril, mesmo que, em algumas vezes, deixe-se levar por excentricidades.

As calças, retas e às vezes com uma dobra frontal, são acompanhadas por casacos cinzentos, jaquetões de lã azul-escura e até por um casaco azul-turquesa.

O "belo tenebroso" proposto por Versace é bonito e, às vezes, inquietante, com casacos de chinchila - o mais barato custa 1.200 euros -, ternos cortados à perfeição, ombros largos e um ar de Hollywood anos 1930 e elegante cachecol de pele.

Os desfiles, dominados até agora por jaquetões, plumas e samarras, terminarão nesta terça-feira com desfiles de Giorgio Armani, DSquared, Marithé e François Girbaud e D&G.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo