Moda

As amazonas de John Galliano dominam os desfiles de Alta-Costura

25/01/2010 18h43

A coleção do extravagante John Galliano para a casa Christian Dior dominou nesta segunda-feira o primeiro dia dos desfiles de alta-costura para a primavera-verão. Amanhã, terça-feira, será a vez de Gustavo Lins, o brasileiro convidado a desfilar nas mais célebres passarelas da moda.

  • Getty Images

    Modelo desfila criação de John Galliano para a Dior na Semana da Alta-Costura de Paris (25/01/2010)

 

Vestidas em conjuntos ajustados ou saias amplas e jaquetas estreitas, as cavaleiras de Galliano desfilaram nos grandes salões da sede histórica da Dior, na avenida Montaigne, onde divas como a cantora australiana Kylie Minogue e a atriz chinesa Maggie Cheung se misturaram com mestres da alta costura, como Pierre Cardin.

 

Galliano, nascido na Grã-Bretanha, propõe, também, suntuosos vestidos de baile, ricamente bordados, numa das coleções mais esperadas destas passarelas, inauguradas na noite de domingo com a apresentação da mostra do holandês Josephus Thimister, intitulada "Sangue e Opulência".

 

As "silhuetas de Galliano são incríveis e fazem pensar na paleta de um pintor, talvez (Pierre) Bonnard", comentou Cheung à AFP. A coleção de Galliano "é muito feminina", destacou o presidente da Casa Dior, Sydney Toledano. "É nossa arma fatal para brigar no mercado", acrescentou, admitindo, implicitamente, um fato: a alta-costura é atividade deficitária para as grandes marcas, mas representa a melhor vitrine da imagem das célebres Maisons, impulsionando as vendas de seus perfumes e acessórios.

 

O que Galliano mostra "é o oposto do que eu faço", assinalou Cardin, depois do desfile. Mas ele "sabe o que quer expressar", disse.

 

Na sessão paralela, jovens estilistas franceses e de países emergentes mostraram suas coleções, com a não tão secreta aspiração a, um dia, serem eleitos pela Câmara Sindical de Alta-Costura, que organiza os desfiles e estabelece os estritos critérios para o título "Casa de Costura". Entre eles, o libanês Georges Chakra, que se converteu no favorito de estrelas de cinema depois de desenhar o vestuário do filme "O Diabo veste Prada" (2006); ele mostrou nesta segunda-feira 40 criações, em organza, tule, cetim, em cores que iam do rosa do alvorecer ao laranja de um pôr do Sol. A desenhista Bouchra Jarrar apresentou sua coleção no Museu de Artes Decorativas, com vestidos de uma elegância simples e clássica.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo