Moda

Semana da moda começa em Nova York sob o impacto da morte de McQueen

11/02/2010 20h37

A semana da moda outono-inverno 2010 de Nova York foi aberta nesta quinta-feira (11), dando início a centenas de desfiles e em meio ao choque causado pelo anúncio da morte, em Londres, do estilista britânico Alexander McQueen.

 

"É uma horrível notícia. É terrível que tenha chegado a tal grau de desespero. Um grande talento, tão poético, é terrível", comentou à AFP Diane von Furstenberg, presidente da Associação de estilistas americanos (CFDA).

 

"Produziu uma das imagens mais belas e provocadoras da história da moda, era um grande romântico, com um lado pessimista. A notícia de sua morte é terrível", escreveu no site da Vogue o criador Tim Blanks. Dezenas de outros comentários saudaram "o estilista brilhante e versátil".

 

Em Bryant Park, no coração de Manhattan, os desfiles começaram às nove da manhã, quando ainda não se sabia da notícia.

 

"Calou-se uma voz anticonformista", declarou à AFP Rebeccah Pailes-Friedman, diretora do departamento de moda do instituto Pratt de Nova York. "Teve grande influência sobre a moda, depois de irromper em cena com seu ponto de vista único, unindo beleza e agressividade".

 

A Semana da moda de Nova York - o primeiro dos quatro encontros bianuais do prêt-à-porter, antes de Milão, Londres e Paris, se desenvolverá até 18 de fevereiro, pela última vez em Bryant Park, perto de Times Square, antes de mudar-se dentro de seis meses para o Lincoln Center (oeste de Mahattan).

 

Entre os estilistas previstos figuram o libanês Georges Chakra, além de Donna Karan, Catherine Malandrino e Diane von Furstenberg. Sábado, a revista "Arise" apresenta pela terceira vez um grupo de criadores africanos, o "Coletivo africano".

 

Outro "enfant terrible" da moda, o americano Marc Jacobs, fará seu desfile no começo da próxima semanas.

 

O evento concluirá na próxima semana com as coleções de Isaac Mizrahi, Ralph Lauren --que acaba de celebrar seus 70 anos-- e Calvin Klein.

 

Na terça-feira, haverá um desfile para arrecadar dinheiro para as vítimas do terremoto do mês passado no Haiti, patrocinado por Naomi Campbell.

 

O tradicional desfile de "vestidos vermelhos" desenhados por criadores renomados e apresentados no pódio por famosos, também acontecerá segunda-feira, promovido pela fundação americana de pesquisa sobre enfermidades cardiovasculares.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo