Moda

Sobriedade de Ferré contrasta com cores da Versace em Milão

27/02/2010 18h21

A grife italiana Gianfranco Ferré apresentou nesta sexta-feira, em Milão, uma coleção sóbria e elegante, dominada pelo cobre, que contrasta com as mulheres metalizadas da Versace e exuberantes da DSquared.

As coleções femininas para o outono-inverno 2010 apostam em um estilo "sábio" e "regular", sem deixar de ser atrativas e sexys nem abandorar as cores vivas e metalizadas utilizadas por Donatella Versace.

No desfile de Milão, tal como nos de Nova York e Londres, o tempo de espera é longo, com atrasos de até 45 minutos, enquanto o tempo de espetáculo é de 10 a 15 minutos.

São momentos chave para as relações públicas e os encontros mundanos, para os brindes e comentários, antes da próxima semana de moda, em Paris.

A nova coleção de Ferré foi recebida com sonoros aplausos, sobretudo pelas roupas de noite, de tons dourados suaves e por vezes luminosos, um estilo qualificado como "minimalista".

Os estilistas da Ferré, Tommaso Aquilano e Roberto Rimondi, propõem roupas "práticas e sofisticadas", em tons de cinza, saias lápis até os joelhos com fendas sóbrias e camisas drapeadas com elegância.

Os sobretudos, de cores negras, brancas e avelã, são feitos de lã fina como alpaca, ou em couro e pele, com cintos de couro e metal de formas geométricas, estilo Art Déco.

A Versace apresenta roupas com ombreiras reforçadas, em couro amarelo, e saias negras.

A explosão de cores domina a coleção graças aos tons violeta e azul-petróleo combinados com casacos de pele, refinado material que volta em muitas coleções.

Alguns detalhes são impressionantes, como os zíperes ou as aberturas que permitem ver a pele na altura da cintura.

Um estilo diferente do desfile dos gêmeos canadenses Dan e Dean Caten, da DSquared, marcado pelas botas altas, acima do joelho, com roupas também cheias de zíperes e intermináveis luvas de látex.

"Assim é, volta a luxúria e o suor", sustenta uma voz feminina no início do desfile, para depois o telão subir e aparecer uma jaula com uma modelo nua coberta apenas por um sobretudo negro e rodeada por dois guardas com túnicas gregas e sapatos brancos, uma representação inconfundível.

O vermelho e o negro dominam a passarela, sem falar nos corpetes, bordados, na mulher sadomasoquista e até vampira.

A mulher "punk" estilo anos 80 usa mini vestidos, calças e leggings ajustadas, e para as festas rock prefere roupas negras com desenhos em strass nas costas.

A marca Blumarine também seduz: mini-saias com botas, roupas com franjas e mangas largas, estilo western.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo