Moda

Georges de Paris, alfaiate dos presidentes americanos, morre aos 81 anos

AFP

13/09/2015 20h13

Washington, 13 Set 2015 (AFP) - Georges de Paris, uma alfaiate francês que se mudou aos Estados Unidos e que ficou sem dinheiro e sem teto até começar a costurar ternos para presidentes americanos - de Lyndon Johnson a Barack Obama -, morreu neste domingo aos 81 anos.

De Paris morreu em um asilo em Arlington, Virgínia, após uma longa doença, informou à AFP Dimasito Pereira, amigo do alfaiate.

Outro amigo de Georges de Paris, Alain Trampoglieri, disse à AFP na França que o alfaiate foi diagnosticado com um tumor no cérebro há dois anos.

De Paris, natural de Marselha, no sul da França, era um homem pequeno com uma impressionante juba rebelde de cabelo branco. Ele possuía uma alfaiataria a alguns quarteirões da Casa Branca.

De Paris chegou aos Estados Unidos no final dos anos 1950 e continuou trabalhando em sua loja em Washington até dois meses atrás, disse Pereira.

Em uma fotografia tirada na Casa Branca no ano passado, de Paris é visto marcando as medidas do sorridente presidente Obama.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Bloomberg
do UOL
UOL Mulher - Moda
RedeTV! Entretenimento
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Notícias
Topo