Moda

Manequins viram 'atores' em vitrines de Berlim; veja

BBC
As cenas, unindo o grotesco e o inusitado, deixam os passantes desconcertados Imagem: BBC

Marcio Damasceno

De Berlim para a BBC Brasil

08/11/2008 13h07

Um grupo francês está transformando em teatro uma das mais tradicionais lojas de departamentos de Berlim, na Alemanha.

O projeto 'La révolte des mannequins' (A revolta dos manequins), apresentado Companhia Royal de Luxe, substituiu as roupas de luxo normalmente exibidas nas vitrines da casa KaDeWe por dez histórias envolvendo sexo, amor, violência e medo.

A Companhia Royal de Luxe, originária da cidade de Nantes, é um grupo de teatro de rua francês famoso por usar marionetes gigantes em suas apresentações.

Cada peça é contada em um mostruário da loja, contabilizando, ao todo, dez enredos. Os palcos são as vitrines e a platéia fica na rua.

A instalação pode ser acompanhada de dia ou mesmo à noite, como uma história em quadrinhos. De madrugada, as cenas vão sendo modificadas, se desenvolvendo de forma inesperada, até chegar ao final, programado para a segunda-feira, dia 10.

Grotesco e inusitado

As cenas, unindo o grotesco e o inusitado, deixam os passantes desconcertados. Muitos aproveitam para fotografar os manequins em suas poses e caretas grotescas.

Em uma das histórias, chamada "Aniversário do vovô", uma menina ajuda o seu avô, um velho careca parecido com o vampiro Nosferatu, a sair da sepultura, para comemorar o aniversário.

A história se desenvolve para a troca de presentes. Entretanto, o avô terá uma surpresa ao olhar mais de perto os dentes afiados da netinha.

Em outra vitrine, uma mulher jaz no chão com o peito ensangüentado, enquanto outra grita por um megafone. Um buraco na vidraça dá a pista de onde veio a bala que atingiu a personagem.

Final 'apoteótico'

O grupo francês também brinca com o lugar onde estão sendo encenadas as 'peças', espaços que normalmente exibem artigos de moda.

Assim, alguns mostruários também apresentam, além dos nomes de cada uma das histórias, preços dos vestuários dos manequins, como se as roupas estivessem à venda.

Os organizadores do evento prometem um desfecho apoteótico, em que, fazendo jus ao título do espetáculo, vários manequins se libertam, tomando o lado de fora das vitrines e se pendurando na fachada do shopping.

Outros personagens vão simplesmente desaparecer ou se "derreter", prometem os realizadores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo