Moda

Guarda-roupa de Frida Kahlo é aberto 50 anos após sua morte

11/05/2015 13h22

Objetos pessoais e roupas da pintora mexicana Frida Kahlo, nunca vistos antes, foram revelados com exclusividade à fotógrafa japonesa Ishiuchi Miyako. Após a morte de Frida Kahlo, em 1954, seu marido, Diego Rivera, guardou seus pertences em um banheiro na residência de ambos na Cidade do México, a Casa Azul. Rivera exigiu que o cômodo só fosse reaberto 15 anos após sua morte.

Mas o cômodo só foi aberto em 2004, 50 anos depois, quando a Casa Azul foi transformada em museu e os mais de 300 artefatos de Kahlo passaram a ser catalogados. Entre eles, estavam os vestidos tradicionais 'tehuana' que a pintora usava, coletes de gesso que ela usou após um acidente quase fatal aos 18 anos e até a prótese que ela mesma desenhou quando sua perna direita foi amputada.

Agora, uma exposição na Michael Hoppen Gallery, em Londres, revela estas imagens. A mostra fica em cartaz do dia 13 de maio até o dia 12 de julho de 2015.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo