Moda

Stella McCartney se afirma no mundo da moda

29/09/2006 16h43

Londres, 29 set - A estilista Stella McCartney está faturando milhões de euros com uma linha de sua própria criação e sem dever nada a seu famoso pai, o ex-Beatle Paul McCartney.

Cinco anos após lançar sua própria marca, Stella pode orgulhar-se de um negócio que fatura mundialmente mais de 34 milhões de euros.

Na próxima semana, McCartney, de 35 anos, casada com o publicitário Alishair Willis, mostrará em Paris sua nona coleção própria.

Stella McCartney tem um império comercial que inclui lojas em Londres, Nova York e Los Angeles, que vendem jóias, óculos, acessórios e perfumes de sua criação.

A filha do ex-Beatle também desenhou uma coleção para a Adidas, uma linha de produtos para H&M, e até um cartão de crédito para o banco Coutts.

Sua empresa, que emprega cerca de trinta de pessoas e tem despesas de cerca de 3 milhões de euros, começará a dar lucro no ano que vem, segundo sua direção administrativa.

O sucesso de Stella McCartney permitirá um alívio financeiro ao grupo Gucci, que vem apoiando a estilista, sem ainda ter obtido retorno.

"A Gucci teve paciência. Stella precisava de alguém com muito dinheiro para ajudá-la a começar, e agora está previsto um longo período de colaboração. A partir de agora, os lucros devem começar a aparecer", declarou um especialista em moda ao jornal "Evening Standard".

Segundo o especialista, as empresas para as quais Stella trabalha a convenceram a fazer artigos mais comerciais, o que vem dando resultados em termos econômicos.

"Além disso, Stella ampliou sua gama de acessórios, o que a permite ganhar mais dinheiro. Sua colaboração com a Adidas foi bem-sucedida, e nesta temporada passará a desenhar roupas para esquiadores", disse o especialista.

Segundo seus amigos, a vida de Stella McCartney não tem sido fácil, mesmo sendo filha de uma lenda viva da música e de Linda Eastman, herdeira de uma família milionária.

Seu pai a mandou a um colégio público e a vestiu com roupas comuns, pois queria que a filha tivesse os pés no chão.

Alguns críticos acusam, no entanto, Stella McCartney de usar seu sobrenome famoso. Como exemplo, os críticos citam o fato de ter convidado, ao se graduar na St. Martin's School of Art, suas amigas Kate Moss e Naomi Campbell, para desfilar para ela.

Em 1997, Stella foi nomeada estilista-chefe da empresa de moda Chloe, o que gerou críticas do famoso costureiro Karl Lagerfeld.

"A Chloe deveria ter contratado um grande nome. E realmente o fez. Pena que é um grande nome da música", afirmou.

Mas, apesar de tudo, Stella triunfou. Em 2001, a estilista deixou a Chloe, e se tornou independente, como queria seu pai.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo