Moda

Aos 75 anos, Oscar de la Renta descarta largar a moda

EFE
Oscar de la Renta afirma não pensar em deixar o mundo da moda, como Valentino Imagem: EFE

03/12/2007 22h42

Nova York, 3 dez (EFE).- O estilista dominicano Oscar de la Renta não pensa, por enquanto, em seguir os passos de seu colega e amigo Valentino Garavani, que, aos 75 anos, decidiu retirar-se do mundo da moda.

Numa entrevista publicada hoje pelo jornal "The Wall Street Journal", De la Renta, que vive em Nova York e tem a mesma idade que o famoso costureiro italiano, descartou a possibilidade de se aposentar e de passar adiante o império que fundou há 42 anos.

"De modo algum. Seguirei em frente enquanto estiver tendo a mesma paixão na hora de trabalhar e enquanto meu trabalho tiver a mesma aceitação de agora", declarou o estilista, que hoje fará uma pré-apresentação de suas apostas para o próximo outono em Nova York.

Na entrevista, De la Renta, um dos nomes mais respeitados do mundo da moda, diz ainda que respeita a decisão de Valentino e lembra que o italiano já tinha se desfeito de seu negócio anos atrás.

"Isso é algo que não penso em fazer. Valentino e eu temos consumidores muito diferentes. Sei que ele vai me odiar por dizer isto, mas Oscar tem uma atitude mais jovem", declara o dominicano, que lamenta a aposentadoria do amigo italiano.

De la Renta disse que o fato de sua família ter se envolvido no negócio o fez descartar a idéia de vender sua marca, na qual trabalham ativamente seu genro Alexander Bolen, sua enteada Elizabeth Reed e seu filho Moises.

"Devo reconhecer que, antes de minha família entrar no negócio, pensei que talvez fosse ser uma boa idéia vendê-lo. Hoje, com tantos membros da minha família tão envolvidos, penso diferente. Podemos fazer muito para que a empresa continue crescendo", declarou o costureiro ao "Wall Street Journal".

A visão de negócio do dominicano, que vestiu as últimas primeiras-damas dos EUA para os atos mais especiais, mudou muito com os anos, explica ele mesmo na entrevista, na qual conta que, além de ter criado uma linha de roupa mais acessível, a "O Oscar", deve abrir novas lojas em Londres e Moscou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo