Moda

Dolce & Gabbana mostra romantismo futurista em Milão

AFP
Modelo desfila look da coleção Verão 2008 da grife Dolce & Gabbana Imagem: AFP

da Efe, em Roma

25/09/2008 21h57

A Dolce & Gabbana apresentou nesta quinta-feira uma coleção de moda feminina primavera-verão 2009 que combina o romantismo discreto com elementos geométricos de ar futurista, enquanto que Donatella Versace ofereceu inovações em tecidos que buscam causar impacto e tornar a moda desejável.

Realizado à margem da semana de moda feminina de Milão, da qual a Dolce&Gabbana se distanciou por considerá-la um circo, o desfile da grife italiana foi acompanhado por famosos como Jennifer Lopez e seu marido Marc Anthony e pelas modelos Naomi Campbell e Claudia Schiffer.

O lado mais clássico, inclusive aristocrático, das propostas da Dolce&Gabbana estão nos tons monocromáticos pouco chamativos de roupões, pijamas de seda, jaquetas largas e saias cilíndricas, além de complementos como colares, jóias e bolsas de pele.

A inovação nestas criações provém do corte baseado em todo tipo de elementos geométricos que alteram o aparente conservadorismo, especialmente nas ombreiras e nas mangas.

Dentro do calendário oficial, Donatella Versace mostrou uma linha que, por meio da exploração de formas inovadoras e das novidades nos tecidos, tenta tornar a moda desejável em tempos de crise, segundo suas palavras, especialmente para clientes que querem se impor com a roupa que vestem.

Pelas mãos de Karl Lagerfeld, a Fendi também se inclina por uma grande dose de criatividade para enfrentar os tempos difíceis, com formas geométricas insólitas e freqüentemente exageradas que desenham uma mulher quase arquitetônica.

Outras características que ressaltam o perfil audaz dos desenhos são as peças futuristas e inspiradas na alta tecnologia, assim como detalhes de grande luxo como peles, inevitáveis nas criações da Fendi, jóias e tecidos suntuosos.

Na coleção da Max Mara, o destaque ficou por conta das peças únicas que vestem todo o corpo, especialmente práticas e confortáveis para a mulher que vive em movimento, mas sem renunciar à elegância e à sensualidade de formas envolventes e suaves.

Tanto nos larguíssimos macacões e jardineiras para o dia-a-dia, como nos curtíssimos e justos vestidos para a noite predominam cores discretas como cinza, marrom, branco e preto, embora também caibam opções mais arriscadas como tons brilhantes de azul violeta e amarelo, assim como estampas florais.

A estilista Laura Biagiotti apostou no frescor oferecido pelos tecidos leves e transparentes e pelo variado repertório de saias e vestidos de formas amplas e confortáveis, assim como na luminosidade de cores como o turquesa, o violeta e o vermelho brilhante.

Já a Les Copains optou por formas simples, através de trajes curtos e de tons azuis e pretos ou camisetas de tamanhos enormes e roupas de tricô nas quais prevalecem a cor marrom, tudo combinado com grandes jóias que dão um toque luxuoso à coleção.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo