Moda

Morre aos 96 anos o designer Manuel Pertegaz

30/08/2014 13h47

O designer Manuel Pertegaz morreu na madrugada deste sábado em Barcelona aos 96 anos de idade, segundo informaram à Agência Efe fontes de seu entorno.

O funeral acontecerá no domingo, a partir das 12h30, no cemitério do bairro de Sant Gervasi.

Sua morte representa o fim de um dos grandes professores da alta costura.

Pertegaz, que nasceu em Olba (Teruel), embora sempre tenha sido cidadão de Barcelona, onde viveu desde os 9 anos, culminou em uma das carreiras mais longas e frutíferas de um artista espanhol com o design que, talvez, seja o sonho de qualquer costureiro: vestir desde a namorada até uma futura rainha.

O costureiro foi responsável pelo traje de casamento que a Rainha Letizia usou ao se casar com Felipe VI em maio de 2004, uma encomenda que considerou um grande honra e um grande feito para uma carreira que começou quando era quase uma criança.

Quando dona Letizia elegeu Manuel Pertegaz para criar seu vestido, o designer já era um mito da alta costura, com seis décadas de sucessos, apesar de considerar a encomenda uma grande responsabilidade porque, segundo explicou então, "é um traje que passará à posteridade e nele terei colocado toda minha experiência, interesse e carinho".

Aos 13 anos, Pertegaz começou a trabalhar em uma alfaiataria de Barcelona, que abriu uma seção de moda de feminina, e foi então quando descobriu que o que mais gostava era a moda para as mulheres. A partir daí começou uma meteórica carreira que o consagrou como mestre da alta costura.

O nome de Manuel Pertegaz também estará para sempre associado a grandes atrizes da época dourada de Hollywood, como Ava Gardner, Audrey Hepburn e Paulette Goddard, a mulheres famosas da alta sociedade internacional, como Jacqueline Kennedy, Aline de Romanones, Bibis Samaranch, e à realeza, como a rainha Sofía quando ainda era princesa e a duquesa de Windsor.

Depois do pós-guerra, seus estilosos trajes de alfaiataria e seus vestidos começaram a se destacar entre as mulheres espanholas, e à medida em a economia melhorava, vestir Pertegaz era símbolo de elegância e de modernidade.

Sua maestria com a agulha fez inclusive que ele fosse convidado para suceder Christian Dior à frente da marca Dior quando o designer francês morreu de forma repentina por um ataque cardíaco, mas sempre preferiu ficar em seu escritório em Barcelona e seguir costurando em seu país.

Após o casamento dos atuais reis da Espanha, Pertegaz começou a se aposentar, mas ainda teve tempo, com 90 anos, para apresentar em Barcelona sua primeira coleção de joias, caracterizadas pelo traço do M de seu nome e os círculos, como símbolo do botão.

Em 2012 seu escritório da Avenida Diagonal de Barcelona deixou de costurar, coincidindo com a aposentadoria de suas ajudantes mais fiéis, mas o estúdio seguiu aberto.

O costureiro aposentado vivia em uma casa dos arredores de Barcelona, mas até o último momento nunca deixou de visitar seu famoso escritório. EFE.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo