Moda

"Não é porque está na moda que você precisa vestir algo", diz Carolina Herrera

EFE
3.set.2014 - Carolina Herrera recebe o prêmio máximo do Conselho de Costura do Instituto de Moda de Nova York Imagem: EFE

03/09/2014 18h33

A elite da moda nova-iorquina homenageou nesta quarta-feira (3) uma de suas mais distintas figuras. Carolina Herrera recebeu o maior prêmio do Conselho de Costura do Fashion Institute of Technology de Nova York, e quis prevenir às "vítimas da moda": "Pensem um pouco. É melhor vestir-se de forma bonita do que esquisita".

No jantar em sua homenagem, a estilista dividiu a mesa com seus amigos Oscar de la Renta e Ralph Lauren, entre outros, e não duvidou em ir vestida de branco, "porque é a cor para grandes ocasiões como esta", disse ela à Agência Efe, em entrevista.

"Este não é mais um reconhecimento. É um reconhecimento que me fascina", admitiu.

Carolina Herrera nasceu em Caracas, em 1939, e ingressou na moda relativamente tarde. A presidente do instituto, Joyce F. Brown, disse que Carolina é uma prova de que a vida para a mulher pode começar aos 40.

"Essa foi à idade na qual ela reinventou a si mesma como desenhista de moda", disse a presidente, que lembrou que a estilista deu à mulher a possibilidade de se vestir de maneira elegante e, ao mesmo tempo, cômoda não só nas grandes ocasiões, mas também no dia a dia.

Segundo a diretora do museu do instituto, Valerie Steele, assim como Coco Chanel, Carolina Herrera se tornou famosa por criar um tipo de peça bonita e elegante que ela mesma usa.

"Ela é seu melhor modelo e muitas mulheres querem ficar parecidas com ela", afirmou.

Hoje, a estilista disse que o único segredo para ir sempre bem-vestida não é estar tanto por dentro das últimas tendências, mas buscar um estilo.

"As mulheres têm que estar muito atentas ao que cai bem nelas. Não é porque está na moda que você precisa usar algo que não fica bom para a sua imagem", afirmou.

Com Oscar de la Renta, Calvin Klein, Ralph Lauren, Valentino e ela mesma, muitos apontam o fim de uma era, mas Carolina assegura que "a moda nunca acaba, não vai acabar. É parte da civilização".

Carolina Herrera disse olhar sempre para frente, já que, segundo ela, um estilista tem que estar sempre vendo o que está acontecendo no mundo.

"Eu estou no futuro e não no passado. Do passado já se viu tudo e a moda é uma repetição de ideias que você tem que pôr junto para fazê-lo diferente", garante.

Também participaram do evento a atriz Lucy Liu, o comediante Seth Meyers e a diretora da revista "Vogue" Estados Unidos, Anna Wintour. Já foram agraciados nas edições anteriores do prêmio Karl Lagerfeld, Isabel Toledo, Giorgio Armani, Valentino Garavani e Oscar de la Renta.

Divulgação/Getty Images/AgNews/Reprodução/UOL/AFP/Sérgio Jorge/APFotomontagem UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Bloomberg
do UOL
UOL Mulher - Moda
RedeTV! Entretenimento
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
Topo