Desfiles de moda

Walter Rodrigues resgata glamour da marca com desfile inspirado no Japão

Publius Vergilius/UOL
Look do desfile de Walter Rodrigues, que teve bolas japonesas no cenário Imagem: Publius Vergilius/UOL

CAROLINA VASONE
Enviada especial ao Rio

12/01/2006 14h33

O estilista Walter Rodrigues usou o belo cenário da Casa França Brasil, com a luz do sol do meio da manhã entrando pelos vitrais e iluminando as colunas antigas do salão, para apresentar sua coleção de inverno de longos glamourosos e modernos, nesta quinta no Fashion Rio.

A inspiração do estilista, como em coleções mais antigas, foi o Japão. "Trata-se de uma escolha difícil porque já usei o Japão em outros trabalhos. Desta vez, olhei para o samurai e para a armadura", contou Walter Rodrigues, logo depois da apresentação.

Na passarela, a modelo de origem oriental Juliana Imae abriu o desfile, passando por várias luminárias de grandes bolas de papel típicas japonesas, penduradas no teto em níveis diferentes. "Não há como não usar essa palavra: o desfile foi lindo. O caimento dos tecidos e as dimensões dos volumes criaram belas imagens de moda", analisa Mariana Rocha, consultora de moda do UOL.

A coleção teve vários momentos recheados de vestidos de festa, zíperes, volumes, recortes, estruturas e corpetes. No primeiro deles, o jeans foi usado em peças mais elaboradas, como o vestido longo de noite que abriu o desfile, com cauda e babado na frente. Depois, a malharia entrou em cena, também em longos em marinho e areia. Em seguida, o couro surgiu em calças justas, com recortes assimétricos, num tom prata "estanho".

"Partindo da inspiração das armaduras, Walter Rodrigues deu a pista da origem das estruturas de modelagem, tanto na parte de couro das calças ajustadas metálicas quanto nos vestidos de malha com dramáticas caudas", afirma Mariana.

Antes do encerramento, uma série de vestidos em cetim verde musgo moles com estampa floral em rosa e detalhes turquesa adentraram a passarela. E para o grande final, longos de malha creme ganharam sobreposição de peças em grande dimensão de organza bordada com bolinhas prata. "Quis fazer uma brincadeira com as formas do quimono", diz Walter.

"Uma das grandes qualidades da coleção foi a maneira com que o estilista traduziu as referências japonesas em peças contemporâneas e nada folclóricas. É o caso, por exemplo, das calças (já citadas) e das jaquetas curtas com babados", diz Mariana. "É com alegria que vejo o desfile do Walter Rodrigues, muito criativo não só nas interpretações das formas como na utilização dos materiais - couro, malha, organza, cetim, jeans, tricô", completa. Leia mais|Comente os desfiles no grupo de discussão de Moda|http://grupos.uol.com.br/cgi-bin/dnewsweb04?cmd=xover&group=uol.diversao.moda&from=&utag=⊂=y&banner=000

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

TV CARAS
TV CARAS
RedeTV! Entretenimento
EFE
Glamurama
AFP
AFP
ANSA
AFP
ANSA
AFP
ANSA
AFP
AFP
Glamurama
Harper's Bazaar Brasil
Glamurama
AFP
AFP
AFP
AFP
AFP
Glamurama
Harper's Bazaar Brasil
Topo