Moda

Osklen abre desfile com incêndio em ateliê da marca e reconstrói clássicos no Inverno 2011

Alexandre Schneider/UOL
Osklen desfila coleção Inverno 2011 no terceiro dia do SPFW (30/01/2011) Imagem: Alexandre Schneider/UOL

De São Paulo

30/01/2011 21h13

O desfile foi aberto de maneira dramática: um curto vídeo mostrava imagens do incêndio que, em fevereiro do ano passado, destruiu o ateliê e todo o acervo da marca. Mas o drama acabou aí. Oskar Metsavaht usou o episódio para refletir sobre seu trabalho e resolveu agregar às desconstruções e reinterpretações de camisetas e moletons, temas das últimas coleções, outros clássicos do universo do guarda-roupa, como a alfaiataria, os cashmeres e os trench coats. Com volumes menos exagerados nas golas já classicamente grandes da marca, nas formas estufadas, o equilíbrio entre a experimentação de modelagem e recursos e a vontade de provocar desejo de compra foi atingido já na passarela (explico: quase nunca se encontra nas lojas da grife, em quantidade razoável, as peças desfiladas; geralmente a Osklen dilui o conceito em roupas bem mais simples).



Supercashmeres levemente deslocados nas mangas (elas receberam atenção especial em toda a coleção), shortinhos e casaqueto virando macaquinho quando a modelo era vista de costas, macacão de alfaiataria em cinza claro com colete acoplado na frente e decote nadador bem cavado nas costa, moletons amarrados na cintura já acoplados ao vestido de tricô longo e vermelho, costas de moletons masculinos e blusas de lã femininas suavemente estufados e mistura de lã com couro em combinações chiques de cinza, marrom e azul e preto estão entre os motivos que fazem do Inverno 2011 da Osklen um sucesso conceitual com muita potência comercial. E ai de quem não colocar estas peças à venda quando o frio chegar. (Carolina Vasone)

Ficha Técnica

Inspiração: Do incêndio que destruiu seu ateliê, Oskar Metsavaht resgata elementos da memória para criar uma coleção a partir de uma nova interpretação dos clássicos do guarda-roupa masculino
Tecidos: Cashmere italiano tingido no Brasil, chamois, lã virgem, lã fria, rayon, couro mestiço, moleton, tela de algodão, pelúcia e couros de pirarucu e salmão
Cores: Cinza, bege, areia, castanho, verde, vermelho, laranja, azul royal, azul marinho e ocre
Estampa: Floral Fire
Cenário: Robson Guerra
Estilo: Oskar Metsavaht
Stylist: Pedro Sales
Beleza: Fátima Thomas
Trilha Sonora: Gomus
Cenário: Robson Guerra

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
Ana Aoun
do UOL
UOL Mulher - Moda
AFP
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
ANSA
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Ana Aoun
do UOL
do UOL
Estadão Conteúdo
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Ana Aoun
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
Topo