Moda

Com ferro-velho de cenário, Cavalera desfila verão e estilistas pedem atenção de Dilma

Alexandre Schneider/UOL
Modelos ao final do desfile da Cavalera Verão 2013 que teve como cenário o ferro-velho Cicloaço no bairro da Mooca, em São Paulo (16/6/2012) Imagem: Alexandre Schneider/UOL

Fernanda Schimidt

Do UOL, em São Paulo

16/06/2012 12h59

Em meio a pilhas de sucata e trens abandonados, a Cavalera abriu o último dia de São Paulo Fashion Week no início deste sábado (16) com desfile em um ferro-velho no bairro da Mooca, zona leste da capital paulista.

Anjos com asas no formato do logo da marca completavam o cenário e atraiam os cliques de convidados e fotógrafos no local

Inicialmente, os modelos entrariam na passarela saídos de um caminhão, mas a ideia acabou sendo deixada de lado. Os modelos agradeceram. Um deles mostrava preocupação com a superlotação da caçamba fechada e com os sapatos que suas colegas de profissão usariam ao caminhar. O piso irregular e com focos de lama seria cruel para saltos exagerados. Os acessórios, no entanto, priorizaram os calçados mais baixos e fechados, com um salto grosso eventual.

Com o tema “Salvador Rocks”, a marca mostrou um verão que por vezes lembrava uma coleção de inverno, com casacos pesados e sobreposições – algo recorrente nesta temporada. A cartela de cores priorizou o off-white e os pretos, com incursões pelo azul, verde e metalizados, com destaque para o dourado e o cobre.

“Presidenta Dilma, precisamos falar com você!”

  • Alexandre Schneider/UOL

    Usando camisetas com os dizeres "Presidenta Dilma, precisamos falar com vc. A moda agredece", estilistas e profissionais da moda fazem manifestação no final do desfile da Cavalera (16/6/2012)

Ao fim da apresentação, estilistas e organizadores do evento fizeram uma manifestação para pedir um maior diálogo e atenção do governo com o mercado de moda. “Não existe um plano de investimento para a cadeia criativa. Não é para o São Paulo Fashion Week, é para a moda. Queremos desenvolver a indústria, qualificar pessoas”, disse Paulo Borges, diretor criativo do São Paulo Fashion Week.

A ideia para a manifestação partiu de conversas entre Borges e Alberto Hiar, o Turco Loco, dono da Cavalera. As camisetas, com uma mensagem para a presidente Dilma, chegaram pouco antes do desfile e foram distribuídas sigilosamente. Quem recebia, vestia a colocava um casaco por cima, para impedir que a ação “vazasse” antes da hora.

Chamou atenção a presença majoritária de homens na ação. Além de Paulo Borges, participaram Lino Villaventura, João Pimenta, Reinaldo Lourenço, Samuel Cirnansck, Igor de Barros, David Pollack, Augusto Mariotti, Fause Haten, Alexandre Herchcovitch e Marcelo Sommer. O “Clube do Bolinha” foi quebrado pela participação de Graça Cabral, Camila Yann e Raquel Davidowicz, da Uma.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo