Moda

Vocação questionadora da moda deveria aproveitar onda de protestos

Divulgação
Camiseta estampa uma das frases de maior repercussão nas manifestações organizadas pelo Movimento Passe Livre nas últimas semanas Imagem: Divulgação

Fernanda Schimidt

Do UOL, em São Paulo

20/06/2013 07h24

Num momento em que a apatia generalizada parece ter dado trégua e aberto espaço para uma mobilização popular de proporções históricas, a moda soa como um assunto dos mais fúteis. Mas não é bem assim. O que vestimos é ao mesmo tempo meio e mensagem do que somos e gostaríamos de ser. Além de escancarar a identidade, as vestimentas são proteção e bandeira.

Quando a segunda onda feminista pediu o fim da opressão feminina nos anos 1960, sutiãs foram queimados; cinco décadas depois, um aluno impedido de usar uma saia em um colégio particular de São Paulo tem o apoio de um “saiaço” vindo de colegas. A cultura punk do faça-você-mesmo transforma simples camisetas em cartazes ambulantes com estampas, silks ou até alfinetes para pregar - no sentido mais puro e físico do termo – seus ideais.

Esse ativismo, no entanto, poderia também vir mais “de fábrica”, com um maior número de estilistas apoiando publicamente causas e utilizando suas criações para se fazer ouvir, ao exemplo das inglesas Vivienne Westwood e Stella McCartney, ou dos nossos Ronaldo Fraga e Cavalera. A moda, como negócio, subaproveita sua vocação questionadora, seja por medo de que, ao levantar uma bandeira, afugentará os que não compartilham dela, seja por puro desinteresse.

A classe fashionista tem, sozinha, motivos de sobra para protestar: exploração infantil, racismo, trabalho escravo, distúrbios alimentares, homofobia e, no Brasil, ainda uma pesada carga tributária. Unir-se às aflições coletivas pode ser o empurrão que faltava para uma mudança do mercado.

Que o clima de manifestações incentive esse sentimento ativista de nossas roupas, seus criadores e mediadores – imprensa, obviamente, inclusa. As causas ainda são muitas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
Ana Aoun
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Ana Aoun
do UOL
UOL Mulher - Moda
Topo