Moda

Oscar tem tapete vermelho sem ousadias e destaque para os homens

Getty Images
A discrição tomou conta das famosas e ficou nítida com a preferência por uma cartela de cores predominantemente clara, como nos looks de Cate Blanchett, Angelina Jolie e Jessica Biel Imagem: Getty Images

Fernanda Schimidt

Do UOL, em São Paulo

03/03/2014 14h04

A grande atenção recebida pelos tapetes vermelhos atualmente e o maior acesso à informação de moda têm tido um efeito contrário ao que se podia esperar dos looks das famosas: para os fãs de moda, as premiações mais importantes do mundo ficaram um tanto sem graça e previsíveis.

Nesta edição 2014 do Oscar, com cerimônia realizada no domingo (2) em Los Angeles, a ousadia passou longe das escolhas de indicadas a estatuetas e apresentadoras da noite. O impacto negativo que um deslize fashion pode ter na imagem de uma celebridade, tão trabalhada e lapidada por uma equipe de relações públicas, tornou-se alto demais, especialmente quando se leva em consideração os gastos com stylists e profissionais de beleza ou futuros lucros com publicidade associada ao mercado de luxo. Soma-se a isso contratos de exclusividade que algumas estrelas possuem com grandes grifes, e o resultado é um tapete vermelho engessado, marcado por escolhas seguras.

A discrição tomou conta das famosas e ficou nítida com a preferência por uma cartela de cores predominantemente clara, por vezes pálida sobre peles que fogem dos raios solares. Branco, bege e rosados foram acompanhados por brilho nos looks de Angelina Jolie, Cate Blanchett, Jennifer Garner, Jessica Biel e Naomi Watts. Mesmo em cores mais fortes, a opção foi por tons fechados e poucos chamativos, com destaque ao azul marinho, presente nas escolhas de Amy Adams e Sandra Bullock, esta menos minimalista do que aquela, mas ambas com ar elegante e de seriedade.

O clássico preto foi a aposta certeira de nomes como Charlize Theron, Karen O e Olivia Wilde. Enquanto que as cores mais chamativas foram representadas por Jennifer Lawrence (vermelho de corte minimalista), Gabourey Sidibe (roxo inteiro bordado) e Viola Davis (verde perolado). A revelação Lupita Nyong’o, que se tornou uma das favoritas das editoras de moda por seus looks com personalidade e cores fortes, preferiu um fluido azul claro para a cerimônia em que foi eleita a melhor atriz coadjuvante.

Uma das propostas recorrentes em grandes eventos, as rendas se destacaram pouco, aparecendo nas produções de Julia Roberts (preto) e Ireland Baldwin (vinho).

Maduras e estilosas

Artistas veteranas como Bette Midler, Glenn Close e Meryl Streep apresentaram boas opções para as mulheres maduras (ou não), mostrando que não há motivos para deixar o estilo de lado após os 60 anos de idade. Com longo rendado vermelho, Bette deixou parte do colo à mostra, com um decote apropriado à formalidade do evento. Apesar de Meryl ter escolhido uma blusa com meia manga, a peça trazia movimento e deixava um dos ombros à mostra, em uma elegante combinação de preto e branco, fugindo dos vestidos básicos. Já Glenn investiu na sobriedade de um vestido estruturado, com textura e justo na parte de cima, complementado por uma pequena -- e quase imperceptível -- sobreposição de mangas compridas.

Homens

  • Getty Images

    Enquanto as escolhas meninas foram pautadas pela segurança, alguns homens investiram na ousadia, com destaque para Jared Leto, Kevin Spacey e Pharrell Williams

Um respiro agradável em meio à mesmice que prevaleceu no tapete vermelho surgiu nos trajes masculinos, normalmente pautados por peças tradicionais como o fraque e o terno (conjunto de paletó, calça e colete). Os homens mostraram que formalidade não tem relação direta com a obviedade quando o assunto é moda para o Oscar.

Os premiados Jared Leto e Matthew McConaughey combinaram com a escolha do paletó claro de um botão usado com camisa branca e calça e sapatos pretos. Enquanto Leto optou pela gravata borboleta vermelha, McConaughey preferiu a mais discreta preta, porém complementou o visual com uma camada adicional preta, entre a camisa e o paletó.

Alternativas ao paletó preto também foram vistas nos looks de Chris Hemsworth, de vinho com colete na mesma cor, e Kevin Spacey, em conjunto azul marinho.

O mais ousado, no entanto, foi Pharrell Williams. Após fazer sucesso com um grande chapéu no Grammy, o cantor e produtor musical trouxe uma alternativa mais fresca aos trajes formais, com o uso da bermuda. Vale lembrar que a peça está em alta, principalmente no Brasil, após um movimento popular a favor das calças curtas dentro do ambiente de trabalho durante o verão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo