Moda

Apesar de destaque na moda, idosas ainda têm dificuldade para se vestir

AFP/Divulgação/Xinhua/Chen Yichen
Da esq. para dir.: senhora desfila para a Vetements, campanha da Céline e Carmen Dell'Orefice na Semana de Alta-Costura Imagem: AFP/Divulgação/Xinhua/Chen Yichen

Bárbara Stefanelli

Do UOL

01/02/2017 04h05

Mulheres idosas estão começando, ainda que timidamente, a ganhar destaque no universo fashion. A modelo Carmen Dell'Orefice, de 85 anos, encerrou o desfile de Guo Pei na Semana de Alta-Costura de Paris, que chegou ao fim na última semana. Grifes como Céline, Saint Laurent e Dolce & Gabbana colocaram beldades mais velhas em suas campanhas. E tem até blogueira de moda da terceira idade bombando de seguidores.

Apesar de dar a impressão que as lojas estão atendendo a esse público, não é bem assim quando essas consumidoras vão às compras. “As marcas estão começando a fazer publicidade sobre isso. Mas é mais uma espécie de truque para chamar a atenção”, afirma Costanza Pascolato, que diz, ela mesma ter complicações na hora de escolher roupas.

“Os velhinhos, mesmo que possam ter mais dinheiro para comprar, têm mais dificuldade. Fica uma encrenca na hora de se vestir. Até com marcas que me ajudam, na hora de provar, veem que minha cintura já não está mais no lugar. Fica difícil acompanhar o prêt-a-porter”, conta a consultora de moda.  

Depois dos 60 anos, a gente acha que não pertence mais ao mundo da moda. As roupas não ficam boas. Até sapato é difícil de comprar, porque fica complicado de caminhar com salto.
Costanza Pascolato

Para a jornalista e empresária Gloria Kalil, o desfile de Carmen na Semana de Paris (foto acima, à direita) também não condiz com a realidade, já que o vestido apresentado na passarela não é nada usável. “O que eu vejo é mais uma tendência de chamar atenção para tipos inusitados nos desfiles. A própria roupa que ela está usando não é para mulheres mais velhas. Aquilo é uma fantasia, é ‘freak show’.”

População envelhecendo

A partir de 2030, o país terá mais velhos do que jovens e este envelhecimento súbito exigirá adaptações complexas da sociedade. E da moda também, que terá de começar a dialogar com esse público. “Não vejo marcas preocupadas com a terceira idade. Não é uma preocupação evidente dos estilistas. Vejo pessoas mais velhas e que de fato têm um poder aquisitivo bom com dificuldade de achar coisas. Tem que ficar batendo perna para descobrir uma peça”, diz Gloria. 

Esse é um filão que existe e é tendência que cresça, porque as pessoas estão vivendo até mais tarde. Tem toda uma organização que a moda vai ter que acompanhar.
Gloria Kalil

Para Isaac Silva, estilista que costuma vestir a cantora Elza Soares, essas "jovens senhoras" querem roupas que dialoguem com o momento atual. "Elas não são mais vovozinhas, não são a Dona Benta. Essas mulheres estão aproveitando muito a época em que vivem. A cabeça delas é jovem, só o corpo que não acompanha."

E complementa: "Percebo que essas senhoras têm dificuldade de achar marcas e estilistas que conversem com elas. Esse é o grande problema, encontrar peças com modelagem que caia bem em seus corpos, decote apropriado e até tecidos com estampas menos caretas".

Gloria também ressalta que aqui no Brasil, país com uma "cultura muito forte ligada à juventude", o cenário é ainda mais complicado. "Várias marcas que também se dedicavam a esse público, como a Maria Bonita e a Andréa Saletto, fecharam." Para essas consumidoras, parece que o jeito, pelo menos por enquanto, será ainda bater muita perna para encontrar uma roupa ideal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
Ana Aoun
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
BBC
Ana Aoun
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Topo