Moda

John Galliano pede perdão por sua conduta e nega antissemitismo

Getty Images
O estilista John Galliano após desfile de alta-costura da Christian Dior para o Verão 2010 Imagem: Getty Images

LONDRES, 2 Mar 2011 (AFP) -O estilista britânico John Galliano negou nesta quarta-feira (2) as acusações de antissemitismo e racismo, mas pediu perdão por sua conduta, em um comunicado publicado por seus advogados em Londres.

"Nego totalmente as acusações contra mim e cooperarei plenamente com a investigação da polícia", declarou o estilista, acrescentando:

"Antissemitismo e racismo não têm lugar em nossa sociedade. Eu peço desculpas pelo meu comportamento se causei alguma ofensa".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
AFP
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
Moda
Moda
do UOL
BBC
Glamurama
Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
Moda
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
Topo