Moda

Estilista japonesa cria vestido inflado com balões

09/08/2011 13h30

TÓQUIO, 9 de agosto (Reuters Life!) - A última moda em vestidos de uma estilista japonesa é ultraleve, transparente e vem com um alerta inusitado: cuidado com as agulhas. Esse vestido é feito de bexigas -- 200 delas, para ser exato.

A criação cristalina é o último lançamento da costura em balões da artista Rie Hosokai, que venceu prêmios internacionais no festival anual de balões "The Millennium Jam", na Bélgica, por sua habilidade em torcer e tecer brinquedos leves de látex em formato de vestidos.

"Existem bexigas de latitude e longitude que são entrelaçadas, então é muito parecido com tecido", disse Hosokai, de 35 anos, ao manipular habilidosamente os balões para um mini-vestido transparente.

Todo o trabalho é feito a mão, e Hosokai disse que pode ser difícil considerar toda a quantidade de ar quanto se ajusta o tamanho e o volume de um vestido.

A vestimenta, usada com roupas de baixo brancas e co-criada pelo marido de Hosokai, Takashi Kawada, foi usada por modelos e fotografadas com um aviso: "Cuidado com as agulhas".

Apesar dos materiais baratos, 7 ienes (0,09 dólares) para cada uma das 200 bexigas usadas, o preço da criação estava bem acima dos mil dólares, refletindo a determinação de Hosokai de afastar o estereótipo de que bexigas são artigos baratos.

A maioria dos vestidos de Hosokai tem preços entre 150 mil e 300 mil ienes (1.930 a 3.860 dólares), mas ela já vendeu um conjunto de vestido, tiara e buquê por 1 milhão de ienes.

Cada vestido dura apenas 24 horas no máximo, antes de começar a desinflar, e algumas mudanças na cor podem ocorrer dependendo da temperatura e da umidade.

Hosokai, que começou sua carreira como florista antes de expandir para a arte com bexigas, abriu seu escritório próprio "Daisy Balloon" há dez anos e espera elevar o perfil da moda e atrair clientes interessados em um vestido alternativo para as festas.

Ela já vendeu mais de 20 vestidos de casamento desde que começou seu negócio há dois anos e ficaria contente se suas efêmeras criações ajudassem a enaltecer os espíritos do povo japonês depois do desastre de 11 de março, lembrando as pessoas de seus sonhos de infância.

"Você pode impressionar as pessoas nas festas ou em casamentos com um vestido de bexigas. Eles ficarão surpresos", disse ela.

(Reportagem de Hyun Oh)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Opiniões Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
UOL Mulher - Moda
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo