Estilo de vida

Corrida de chocolate é atração de festival na Nova Zelândia

Giovana Vitola

De Sydney para a BBC Brasil

Uma corrida com 30 mil bolinhas de chocolate no que os organizadores chamam de rua "mais íngreme do mundo" será a grande atração do Festival do Chocolate, realizado nesta semana na cidade de Dunedin, na Nova Zelândia.
  • BBC

    As bolinhas - conhecidas como jaffas - são extremamente populares na Nova Zelândia, que consome 46 milhões de unidades por ano, equivalente a dez vezes a sua população


A competição vai ser realizada nesta sexta-feira na rua Baldwin, que a cada 2,8 metros na horizontal eleva-se a um metro. As bolinhas - conhecidas como jaffas - são extremamente populares na Nova Zelândia, que consome 46 milhões de unidades por ano, equivalente a dez vezes a sua população.

Numeradas a mão, as bolinhas podem percorrer o percurso de 350 metros em até 12 segundos. Os prêmios para os cinco primeiros colocados são, respectivamente, um cupom no valor equivalente a R$ 1.200 em mercadorias comestíveis, um outro de cerca de R$ 945 para gasolina, e um vale de aproximadamente R$ 630 em presentes diversos, além de um telefone celular e um cupom de cerca de R$125 em chocolates. O concurso ainda tem 12 prêmios de consolação.

"É um evento imperdível ver as milhares de bolinhas rolando, principalmente sabendo que a verba arrecadada com a venda dos bilhetes é destinada à caridade", explicou a coordenadora do evento que agrega milhares de espectadores todo ano, Lee Anne Anderson.

A pintura com chocolate é outro dos eventos do festival
A nona edição do festival, que no seu primeiro dia registrou cinco mil visitantes, ainda inclui atividades como aulas de chocolate, arte, esculturas e pinturas com chocolate, terapia de chocolate e tratamentos faciais usando chocolate, num total de 50 eventos ao redor da cidade.

Em outro evento do carnaval de inverno deste ano, como também é chamado o festival, um trem de chocolate crocante trouxe surpresas para os passageiros, incluindo uma caça a barras de chocolates crocantes e um assalto de brincadeira, quando "ladrões" invadiram o trem para roubar chocolates, até a chegada de um xerife, numa próxima estação, para prender os "bandidos".

"O festival é uma atração fantástica para famílias, e diverte tanto moradores locais como visitantes de outros lugares", disse Kim Newman, do governo da cidade.

No ano passado o evento arrecadou R$ 90 mil para associações beneficentes e escolas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Moda
Redação
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
do UOL
UOL Estilo
Estilo
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Moda
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
UOL Estilo
Redação
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Moda
do UOL
Redação
UOL Mulher - Moda
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Topo