Bichos de estimação

O que fazer quando o cachorro faz xixi em todo lugar?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Patricia Guimarães

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/04/2017 04h00

Ao adotar ou comprar um cão filhote a ação do novo tutor é quase sempre a mesma: separar um cantinho da casa para instalar a cama do animal; providenciar potinhos para água e ração e forrar um espaço com tapete higiênico ou jornal para ser o "banheiro". Mas é importante lembrar que o cachorro não nasce sabendo onde fazer xixi -- é preciso ensiná-lo. Isso também ocorre quando você viaja ou se muda de casa e o animalzinho estranha o lugar. Veja o que fazer se ele não acerta de jeito nenhum:

Mantenha a comida longe do "banheiro"

É muito importante manter o "banheiro" afastado de onde o animal come e dorme -- ele não gosta de sujeira no local em que vive. Isso ajuda o cão a entender que existem superfícies diferentes (por exemplo, a do piso liso e a do tapete higiênico, que é absorvente). E evita também que ele possa vir a desenvolver o mau hábito de comer as fezes, a fim de manter o lugar em que dormem limpo. Lembre-se de que, geralmente, o bichinho passará boa parte do dia sozinho e precisa estar confortável.

Leve o cãozinho ao banheiro

Quando são filhotes, assim como os bebês humanos, os cães com menos de um ano de vida não têm controle dos esfíncteres (estruturas musculares que controlam a abertura dos orifícios pelos quais se urina ou evacua) e, por isso, fazem muito xixi. Sempre que estiver em casa, leve o animal ao tapete higiênico ou jornal para que ele perceba que aquela superfície é a ideal para o xixi, que desaparecerá rapidamente. Depois de repetir essa ação algumas vezes, o cãozinho começará a perceber que ali é o lugar ideal.

Faça uma festinha quando ele acertar

O simples fato de fazer o xixi já é recompensador para o animal, que sente alívio quando está "apertado". Fazer carinho, dizer palavras agradáveis e até mesmo oferecer um petisco quando o cão faz as necessidades no lugar certo o ajuda a fazer uma associação ainda mais positiva daquela atitude e o incentivará a buscar sempre aquele local.

Amplie a área se ele for ruim de mira

Pode ocorrer de o animal até ter entendido que existe um lugar mais adequado para o xixi. Mas ele chega próximo do tapete higiênico e ao final erra a mira. Se esse for o caso, ajude-o ampliando a área forrada. Isso normalmente ocorre porque o cão dá uma volta em torno do próprio corpo antes de fazer as necessidades, perdendo então a referência de qual era realmente o ponto exato onde deve urinar.

Retire os tapetes

É comum que os animais escolham os tapetes para fazer as necessidades, principalmente o xixi. Isso ocorre porque o cão busca um lugar que seja capaz de absorver a urina que ele acaba de eliminar, como seria a grama ou a terra. Isso evita também que eles tenham contato --pisem ou sejam respingados-- com o xixi, o que os incomoda bastante. Então, em princípio, o melhor é tirar todos os tapetes e só colocá-los de volta no lugar depois que o animal souber onde fazer xixi.

Recorra à castração

Ensinar um cão que já não é filhote exige um pouco mais de paciência, mas é perfeitamente possível. Se o animal veio de canil, abrigo ou da rua, já deve ter acostumado a fazer xixi livremente. Nesses casos, castrar o bichinho, principalmente os machos ajuda a evitar a demarcação de território. Depois o tutor pode ir ensinando o animal a fazer o xixi no local certo, assim como se faz com o filhote, mas atentando principalmente aos minutos 15 ou 20 minutos depois das refeições. Manter passeios frequentes para evitar que eles prendam o xixi por muito tempo também é importante, principalmente no início.

Use o cheiro dele

"Enganar" o animal com o cheiro da própria urina pode ajudar no processo de aprendizado. Para isso, leve um tapete higiênico para um passeio, por exemplo, deixe que o cão urine um pouco nele e depois leve-o para a área da casa onde quer que seja o banheiro. Possivelmente o cão, já maior, fará o xixi no lugar em que reconhecer seu cheiro. Com o passar do tempo, ele reconhecerá apenas o local e a superfície, deixando de precisar do odor de antes.

Esqueça as broncas

Nada de pegar o animal que está no meio de um xixi no lugar errado para levá-lo ao tapete higiênico ou dar bronca nele assim que termina a "arte". Isso será encarado como interação pelo animal, que quer sempre chamar a atenção do dono -- pelo bem ou pelo mal. O correto, por mais doloroso que seja ver o bicho fazendo xixi no tapete persa, no pé do sofá e até mesmo na cama, é ignorá-lo e só interagir com ele quando faz a coisa certa. Assim ele vai compreender que só recebe atenção quando faz as necessidades no lugar ideal.

Fontes: Ana Paula Gonçalves, adestradora comportamentalista da Tudo de Cão; e Renata Ragazini, comportamentalista, adestradora de cães e gatos e fundadora da Cão Passeador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
Folha de S. Paulo
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
Redação
UOL Estilo
do UOL
do UOL
Topo