Bichos de estimação

Casa cheirando a cachorro ou gato? Veja 7 dicas para manter a higiene

iStock
Imagem: iStock

Do UOL

16/05/2017 04h00

Quando se tem um animal de estimação, parece quase impossível manter a casa sempre limpinha e cheirosa. Sobram pelos nos móveis e nos cantos da sala, sem contar aquele odor forte de xixi que pode ficar pelo ar. Mas não se desespere: manter uma rotina de cuidados com o ambiente e com seu pet pode reduzir, ou até mesmo eliminar por completo, esses cheiros indesejados. Confira sete dicas que vão te ajudar a manter a casa limpa:

1. Dê banhos frequentes

Banhos semanais não prejudicam a proteção natural da pele e ainda deixam seu cãozinho mais limpo. Os gatos exigem menos limpeza, e podem ir para o chuveiro a cada 15 dias.

2. Lave a caminha toda semana

Não adianta nada deixar seus pets lindos, se a cama e as roupinhas estiverem sujas. Para lavá-las, use uma mistura de sabão e Lysoform sem cheiro. Basta colocar um pouquinho do produto na máquina e lavar normalmente. Dessa maneira, você elimina microrganismos, cuja proliferação pode causar mau cheiro.

3. Invista no aspirador

Para higienizar sofás, cadeiras, almofadas e roupas de cama, é importantíssimo que você remova os pelos antes. Por isso, abuse do aspirador! Além de ser bastante eficiente na limpeza, ele ajuda a capturar eventuais pulgas e carrapatos que possam estar pelo ambiente. Em seguida, limpe a casa com desinfetante.

4. Use desinfetante veterinário

Na hora de escolher o desinfetante ou antimicrobiano para limpar o ambiente, prefira produtos veterinários. Eles foram criados especificamente para matar microrganismos, são fáceis de achar e dificilmente causam alergias de contato ou incômodo respiratório no pet. Passe longe da creolina: ela intoxica e pode causar queimadura no cão e no gato.

5. Capriche na limpeza do "banheiro"

Com produtos antimicrobianos, limpe diariamente o cantinho reservado para o seu bicho fazer as necessidades. Recolha a sujeira e retire o excesso de urina do cachorro com papel absorvente, limpe com sabão neutro e, em seguida, passe o desinfetante veterinário e deixe secar naturalmente. No caso do gato, recolha as fezes todos os dias e limpe a caixinha ao menos uma vez por semana.

6. Não gosta de produtos químicos? Aposte nesta mistura natural

Uma receita caseira bem comum mistura vinagre de maçã com água ou com limão para higienizar o ambiente. É importante salientar, entretanto, que ela perde em eficácia na luta contra os microrganismos para os produtos criados especificamente para isso.

7. Certifique-se de que o bicho não tem problema de pele

Alguns cães têm cheiro um pouco mais forte e bem marcante. Isso pode ser indicativo de problemas como infecção de pele ou seborreia. Se for o seu caso, procure um veterinário para checar se o pet precisa de algum tratamento específico.

 

Fontes: Carla Berl, diretora do Hospital Veterinário Pet Care, e Karina Cantagallo, dermatologista veterinária da clínica Ortoderm.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Casa e Decoração
do UOL
UOL Estilo
do UOL
Redação
do UOL
Topo