Estilo de vida

Mulheres protestam por uso de quadra e até Magic Paula aparece para jogar

Arquivo pessoal
Paula (de faixa azul na cabeça) apoiou o 'Magic Minas'. Imagem: Arquivo pessoal

Vivian Ortiz

Do UOL, em São Paulo

11/07/2017 16h20

Um grupo amador de jogadoras de basquete, formado apenas por meninas, precisou fazer uma mobilização no Facebook para conseguir espaço para jogar em uma quadra pública em São Paulo (SP).

No total, cerca de 100 pessoas passaram ali na noite da última segunda (10), incluindo a ex-jogadora de basquete Magic Paula, que até gravou vídeos apoiando o evento, intitulado "A quadra também é das minas".

"A gente não esperava toda essa mobilização", conta Lygia Pontes, que faz parte do grupo que organizou a reunião. Tudo começou porque uma outra turma utiliza o mesmo espaço todos os dias a partir das 19h, só que para jogar futsal. O combinado é que eles liberariam a quadra para as meninas todas as segundas-feiras, a partir das 20h30, dando 1h30 de treino para cada grupo.

O acordo, no entanto, só funcionou uma vez e quando elas voltaram lá, em 3 de julho, não conseguiram o espaço e tiveram que ir embora sem jogar. Por isso, as meninas do basquete resolveram fazer uma ocupação pacífica no espaço. A ideia era reunir o máximo possível de mulheres para mostrar que elas têm tanto direito quanto os garotos do futebol de usar a quadra--estando em maior ou menor número.

"Acho que eles não estavam sabendo de nossa mobilização - ou pelo menos parte deles. E tiveram a mesma atitude de sempre, mesmo nós estando em cerca de 100 pessoas", conta Lygia . "A Paula precisou interferir para eles liberarem a quadra. No final, conversamos e parece que agora está tudo acertado, mas vamos ver na próxima segunda."

Magic Minas

De acordo com ela, o time foi formado após as interessadas no esporte se reunirem em um grupo de Whatsapp, tentando driblar a falta de oportunidade para as mulheres nesse esporte. "Como foi possível ver, não conseguimos treinar nem por diversão", diz. Por isso mesmo, a participação de Magic Paula foi muito marcante. "O time chama 'Magic Minas' por causa dela, então ter conseguido o apoio assim foi emocionante", ressalta Lygia.

A boa notícia é que o evento tomou uma proporção não imaginada pelas jogadoras e, agora, o grupo está em contato direto com a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação para desenvolver um projeto unindo mulheres no esporte e ocupação do espaço público. "Também tivemos o apoio do SESC, que se dispôs a nos ceder, sempre que possível, uma quadra coberta, pois quando chove não temos onde treinar."

Interessou?

As Magic Minas se reúnem todas as segundas-feiras, a partir das 20h, na quadra pública localizada na Praça Rotary. Ela fica entre as ruas Dr. Vila Nova e Major Sertório, no bairro Vila Buarque, em São Paulo (SP).

Todas as mulheres que querem jogar basquete, sabendo ou não, podem participar. Isso porque as Magic Minas contam com uma técnica para passar os fundamentos do esporte e treinar o time. Para mais informações, clique aqui.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo