Estilo de vida

À la Anitta e Pabllo: professora dá dicas para se jogar na dança do ventre

Amanda Serra

Do UOL

31/07/2017 13h18

O clipe “Sua Cara” de Anitta e Pabllo saiu no último domingo (30) e já acumula mais de 13 milhões de visualizações. Gravado no Deserto do Saara no Marrocos, a dupla mostrou não só talento com os passos de funk, mas também colocou em evidência a dança do ventre.

Aproveitamos que a prática está em alta para conversar com Deborah Dancer, bailarina de dança do ventre há 32 anos, para saber o que ela achou da performance. Com vivência no Egito, a professora, que dá aulas na Vila Madalena em São Paulo, aproveitou para dar quatro dicas para quem quer aprender a dança e impressionar nas festas.

“Eles arrasaram! A Anitta fez tremida com ondulação, tremida contida, redondinho, camelo, batida maia (também chamada de ‘souheir Zaki’), oito maia e a primeira parte do básico egípcio, assim como a Pabllo. Foram passos clássicos, e que muitas vezes passam desapercebidos por muitas bailarinas profissionais... Isso foi algo que realmente admirei ao ver o clipe”, disse a profissional em entrevista ao UOL, listando cada um dos movimentos.

“Outro detalhe importante é que a Anitta fez o 'oito maia' sem tirar os pés do chão, não trapaceou”, completou a profissional.

 

A post shared by MAJOR LAZER (@majorlazer)

 

 

 

 

on

Deborah ainda explicou a dificuldade de executar os movimentos em lugares quentes. “É muito difícil dançar no deserto, o calor suga a gente. Tinha dia que eu precisava dar aula quando morava no Cairo e não queria, pois estava muito cansada. O calor me consumia”, relembra.

Shakira é uma, Anitta é outra!

Fã (também) da cultura nacional, a professora defendeu a valorização dos nossos artistas. “O brasileiro precisa aprender a valorizar o Brasil e os brasileiros. Viva a Shakira, sim, mas viva a Anitta e a Pabllo também”.

“A Shakira tem o poder de enaltecer a dança, assim como a Anitta. E há espaço para todo mundo. A Anitta conquistou o dela na dança do ventre. Ela não precisa ser a Shakira, ela é a Anitta mesmo”, defendeu Deborah ainda encantada com o que viu no vídeo.

Apesar da dança do ventre ser uma arte milenar, que existe há cerca de nove mil anos, a profissional concorda que a dupla colocou a dança em destaque novamente. “As duas reacenderam a dança do ventre, elas têm corpos esculturais e dançaram com perfeição. Mas não podemos esquecer que se trata de uma prática que tem brilho próprio”.

 

A post shared by MAJOR LAZER (@majorlazer)

 

 

 

on

 

Dicas para quem quer fazer a Anitta e a Pabllo na pista

1. "Quer aprender a dançar mesmo? Procure uma boa professora de dança de ventre. Alguém que tenha vivência na área. Cuidado com pessoas que fazem aula durante cinco meses e já querem ensinar..."

2. "Faça aula experimental e sinta a professora. A dança do ventre é um ensino contínuo."

3. "Para você começar a dar alguns passos e entender a dança do ventre, é necessário de quatro a seis meses de aulas. É preciso entender a dança e seu corpo, ter uma consciência corporal muito grande. É preciso dissociar a parte de cima da parte de baixo do corpo. São movimentos difíceis, mas não impossíveis. O mais complicado na técnica é manter a elegância das mãos e braços enquanto executa os movimentos."

4. "Agora, uma coisa que a Anitta e a Pabllo têm e é imprescindível para quem quer aprender qualquer tipo de dança, é garra. Eles têm vontade, querem realmente dançar e aprender. E isso é necessário durante todo o aprendizado. A dança tem o poder de cura, de acolhimento e inspiração." 
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Estilo de vida

Topo