Estilo de vida

Depois de abuso em ônibus, campanha #MeuCorpoNãoÉPúblico domina as redes

Reprodução/Tumblr
#MeuCorpoNãoÉPúblico, campanha contra a violência sexual sofrida no ônibus por uma mulher em São Paulo Imagem: Reprodução/Tumblr

do UOL, em São Paulo

01/09/2017 13h28

O grupo de publicitárias "Mad Women" criou uma campanha para protestar a decisão do juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto, que soltou Diego Ferreira Novais, de 27 anos, menos de 24 horas depois de ele ejacular em uma passageira do ônibus em que estava em São Paulo. De acordo com a decisão, o ato seria apenas uma contravenção e não implicaria em constrangimento ou violência para a vítima. 

O projeto #MeuCorpoNãoÉPúblico traz pôsteres produzidos pelo coletivo, que viralizaram nas redes em menos de duas horas. Eles foram divulgados pelas criadoras com o intuito de não só se espalharem nos espaços digitais, como também em locais públicos. O post em que as primeiras artes foram compartilhadas ainda incentiva que as mulheres imprimam as obras e distribuam pela cidade, colando em pontos e dentro de ônibus.

"No Mad Women, a gente sempre discute questões relacionadas à opressão feminina em diversos ambientes, não só o de trabalho. E esse caso recente do assédio no ônibus chocou e revoltou todas nós. E também impulsionou o movimento. Somos 1800 mulheres criativas e indignadas, por que não se mexer para movimentar alguma coisa?", questiona Ana Mattioni, uma das criadoras do grupo.

"De repente, o grupo foi tomado por posts e ideias de fazer algo. Como administradora, eu só organizei todo mundo, focamos numa ideia e cada uma começou seu trabalho em paralelo. A medida que foi tomando forma, fui subindo no Tumblr. E tem pôster que não para mais de chegar!".

Veja algumas das artes disponibilizadas por elas:

https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164862611586/mas-a-gente-não-vai-deixar-nem-um-pontinho-passar
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164862299346/a-lei-das-minas-dá-porrada-vai-colar-cartaz-até
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164846005041/mas-meu-poster-vai-virar-moda-art-mariana-levy
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164843815036/mas-se-a-justiça-não-existir-a-gente-vai-te
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164862646591/mas-a-gente-vai-colar-e-vai-incomodar-iéiéié-art
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164845597396/chegamos-ao-ponto-de-fazer-cartaz-pra-pararem-de
https://meu-corpo-nao-e-publico.tumblr.com/post/164845311271/o-direto-de-baixar-todos-os-cartazes-desse-tumblr

"O próximo passo agora é a vaquinha que estamos organizando para imprimir e distribuir pôsteres e adesivos pelos ônibus, pontos e cidade toda, além de disponibilizar a arte para quem quiser fazer o mesmo", conta Ana.

O grupo planeja ainda fazer um evento de ativação para protestar o assédio no transporte público. Elas não estão sozinhas, já que famosas se manifestaram contra a violência sexual durante toda a manhã desta sexta, dia 1, através das redes sociais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Estilo de vida

Topo