Estilo de vida

A semana: Lázaro, Beyoncé, poupança fail e a maior grana apreendida no país

Natacha Cortêz

Do UOL

08/09/2017 04h00

Os acontecimentos, pessoas e iniciativas que fizeram barulho nesta semana, impactando a vida e o olhar das mulheres.

Black power

Lázaro Ramos, Taís Araújo e Adriana Barbosa, fundadora da Feira Preta, vão jantar com Barack Obama. Os três brasileiros estão na lista dos cem negros mais influentes do mundo, a Mipad 100 ("Most Influential People of African Descent"). O jantar será em Nova York, no dia 26 de setembro. Para conhecer mais de Adriana e os motivos que a levaram para a lista, clique aqui.

Reprodução/Twitter/Facebook
Lázaro Ramos, Taís Araújo e Adriana Barbosa, indicados no Mipad 100 Imagem: Reprodução/Twitter/Facebook

Mudanças nas passarelas de luxo

As gigantes do mundo fashion LVMH (casa de marcas como Dior, Louis Vuitton e Marc Jacobs) e a Kering (responsável por Gucci, Saint Laurent e Alexander McQueen, entre outras) baniram modelos abaixo do peso e com menos de 16 anos de seus desfiles às vésperas da semana de moda de Nova York, que começou quinta (7). Os dois conglomerados franceses escreveram um documento intitulado "Carta sobre as Relações de Trabalho com Modelos e seu Bem-Estar", em que explicam suas posições.

Getty Images
Louis Vuitton, outono/inverno 2016-2017 Imagem: Getty Images

Brasileira fotografa as 46 mulheres que estão mudando o mundo para a "Time"

A revista norte-americana "Time" publicou na quinta-feira (7) a lista das 46 mulheres que estão mudando o mundo. Entre elas, a apresentadora Oprah Winfrey, a tenista Serena Williams, a cantora Selena Gomez e a roteirista Shonda Rhimes. Para unir as 46, a revista criou a #SheIsTheFirst, explicando porque foram pioneiras, cada uma a seu modo. Os retratos, feitos com uma câmera de iPhone, são da brasileira Luisa Dörr, fotógrafa de 29 anos nascida em Lajeado, Rio Grande do Sul.

Reprodução/Instagram/Luisa Dörr
Luisa Dörr, a fotógrafa por trás das 46 fotos da revista Time Imagem: Reprodução/Instagram/Luisa Dörr

Mães de prematuros podem ter licença-maternidade estendida

A Câmara dos Deputados está discutindo a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 181/2015 que pode estender o tempo de licença-maternidade para mães de bebês prematuros. De acordo com a proposta, o tempo de internação do bebê até a alta hospitalar deve ser acrescido à licença de 120 dias da mãe. A PEC limita, no entanto, o tempo do benefício a 240 dias. Atualmente, a licença-maternidade nesses casos é de 120 dias contados a partir do nascimento. A proposta já passou pelo Senado e tem sido debatida em comissão especial na Câmara.

Taylor rainha, o resto, nadinha

Taylor Swift desbanca "Despacito" e é primeira mulher a liderar top 100 da Billboard em 2017. A música "Look What You Made Me Do" chegou ao primeiro lugar em número de reproduções semanais (84,4 milhões nos Estados Unidos) e vendas (353 mil em uma semana). "Look What You Made Me Do" é o primeiro single do novo álbum da cantora, "Reputation", que será lançado no dia 10 de novembro.

Reprodução
Taylor Swift em clipe de "Look What You Made Me Do" Imagem: Reprodução

Rogéria virou purpurina

Rogéria, a "travesti da família brasileira", como gostava de ser chamada, morreu na última segunda (4), aos 74 anos, no Rio de Janeiro. Rogéria marcou história na TV, teatro e cinema brasileiros. "Foi uma pioneira. Conseguiu ser famosa num mundo preconceituoso", disse Walcyr Carrasco.

Johnson Parraguez/Agência o Dia/Estadão Conteúdo
Imagem: Johnson Parraguez/Agência o Dia/Estadão Conteúdo

Ensine-me Beyoncé

A Universidade de Copenhague (Dinamarca) vai deixar muito súdito da Queen Bey com vontade de fazer as malas e partir para o país abraçar os livros. A instituição anunciou em seu currículo o curso "Beyoncé, Gênero e Raça". A disciplina vai usar letras, videoclipes e performances da cantora para ensinar o feminismo negro.

Divulgação
Imagem do livro "How to Make Lemonade", de Beyoncé Imagem: Divulgação

Estuprador da Paulista é condenado, mas por crime antigo

O ajudante de serviços gerais Diego Ferreira de Novais, 27, foi condenado na segunda-feira (4) a dois anos de prisão, em regime fechado, pelo ataque sexual a uma passageira do transporte coletivo, em São Paulo, em setembro de 2013. A condenação foi decidida dois dias depois de Novais ter sido preso em flagrante por estupro ao atacar outra mulher em um ônibus na avenida Paulista. O caso de 2013 aconteceu na mesma região do flagrante recente.

Poupança fail

O Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu novamente a Selic, taxa básica de juros da economia. A queda da taxa abaixo de 8,5% ao ano tem efeito para os investidores conservadores: derruba o rendimento da poupança, que passa de 6,17% ao ano mais TR (Taxa Referencial) para 70% da taxa Selic vigente mais TR. Com isso, quem quiser garantir um rendimento melhor para seu dinheiro, terá de aplicar em investimentos mais arriscados. Veja dicas.

iStock
Imagem: iStock

A escola da Justiça

A exploração sexual de meninas e meninos, que afeta o mundo todo, inclusive o Brasil, é uma causa da ONG holandesa “Free a Girl”. Dedicada a libertar meninas da prostituição e a processar seus infratores, a instituição promete para o próximo ano o lançamento de um de seus projetos por aqui: a “School for Justice” (Escola da Justiça). “Trata-se de um curso de Direito para vítimas da prostituição infantil se formarem advogadas e colocarem criminosos atrás das grades”, disse Nicole Franken, gerente de campanhas internacionais da ONG, ao UOL.

Divulgação
"School for Justice", na Índia Imagem: Divulgação

Escobar ficou pequeno

R$ 51 MILHÕES em dinheiro vivo, com direito a vídeo da contagem das notas. Essa foi a grana encontrada em um apartamento supostamente ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). O montante representa a maior quantidade de dinheiro vivo apreendida na história do Brasil, segundo a Polícia Federal. O volume era tamanho que policiais levaram 14 horas para contabilizar tudo, mesmo usando sete máquinas de contagem.

Enquanto isso, nas universidades brasileiras…

As notícias não são exatamente animadoras. Caiu de 27 para 21 o número de universidades brasileiras no ranking das mil melhores do mundo. O dado, divulgado na terça (5), é do “Times Higher Education”, um dos principais rankings universitários. A UFPR (Universidade Federal do Paraná), a UFBA (Universidade Federal da Bahia) e a UFF (Universidade Federal Fluminense) foram algumas que saíram da lista das melhores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo