Estilo de vida

Campanha da Nikon sem nenhuma fotógrafa gera polêmica nas redes sociais

Getty Images
O time de 32 fotógrafos profissionais que irão testar a nova câmera da Nikon não tem nenhuma mulher Imagem: Getty Images

do UOL, em São Paulo

19/09/2017 11h36

A Nikon acaba de lançar uma nova câmera fotográfica no mercado, a D850 com sensor full-frame de 45,7 megapixels e outras funções de alto rendimento — e, com ela, uma iniciativa de divulgação que teve repercussão negativa nas redes sociais. 

Isto porque, em suas plataformas digitais, a marca japonesa afirma ter convidado "32 fotógrafos profissionais dos campos de casamentos, esportes, natureza e fotografia comercial" para "demonstrar a versatilidade' do produto. Mas, entre eles, não havia nenhuma mulher. 

"Muito ruim que nenhuma mulher seja boa o suficiente para vocês. Seus produtos não são bons o suficiente para mim", escreveu uma seguidora. "Vergonhoso que vocês não tenham conseguido encontrar uma única fotógrafa para esta campanha", disse um segundo. “Quando sai a versão feminina da câmera? Ela será rosa?”, questionou ainda outra usuária do Instagram.

Reprodução
O time de fotógrafos escolhido pela Nikon Imagem: Reprodução

Outro fator surpreendente e que foi levantado é que, apesar de a marca ter selecionado profissionais dos mercados africano e asiático, há apenas homens brancos ou orientais entre os escolhidos para o teste.

Desde então, a empresa agradeceu aos clientes que dividiram suas opiniões através das redes, mas não ofereceram nenhuma alternativa à iniciativa com o time original.

"Obrigada por compartilharem conosco suas ideias. Nós valorizamos o apoio da nossa comunidade fotográfica para ver melhor participação das mulheres na fotografia também. Nossa reunião de fotógrafos foi organizada para compartilhar nossa última inovação com a nossa comunidade — que nós valorizamos e respeitamos. Infelizmente, as fotógrafas convidadas não puderam comparecer a este encontro e nós reconhecemos que não colocamos foco suficiente nesta área. Nós queremos agradecer à comunidade por levantar este assunto e nos desafiar a fazer mais para apoiar o talento criativo da nossa comunidade fotográfica feminina. Fomentar a criatividade de nossa comunidade é parte do cerne da Nikon e nós continuaremos a tentar melhorar nossos padrões de inovação e nosso apoio a vocês", dizia o comunicado. 

Desde então, o projeto "Women Photograph", que fomenta através de premiações e campanhas o trabalho de mulheres cis e trans de diversas etnias e orientações sexuais no fotojornalismo, divulgou uma lista de 32 profissionais ao redor do mundo que poderiam ter tido seu trabalho reconhecido pela Nikon. Veja a lista aqui.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Estilo de vida

Topo