Estilo de vida

A semana: aborto, as sauditas na direção e crime sexual em ônibus (de novo)

Adriana Nogueira

Do UOL

01/10/2017 04h00

Os acontecimentos, as pessoas e as iniciativas que fizeram barulho nesta semana, impactando a vida e o olhar das mulheres.

Precisamos falar sobre aborto

Bruna Prado
Ângela Magdalena, mãe de Jandira, assassinada brutalmente ao tentar fazer aborto em uma clínica clandestina Imagem: Bruna Prado

No Dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina, 28 de setembro, completou-se três anos da morte de Jandira Magdalena dos Santos Cruz. Aos 27 anos, a jovem carioca foi brutalmente assassinada ao tentar fazer um aborto em uma clínica clandestina --crime que se tornou emblemático na luta pelo direito da mulher de optar pela interrupção da gravidez. Uma entrevista com a mãe da moça e outra com o ginecologista e obstetra Jefferson Drezett, coordenador do serviço de aborto legal no hospital Pérola Byington, foram alguns dos conteúdos especiais produzidos pelo UOL para promover uma reflexão mais do que urgente sobre a questão.

Pena menor para Bruno

Hoje em Dia/Futura Press
Imagem: Hoje em Dia/Futura Press

O goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte de Eliza Samúdio, teve a pena diminuída em 18 meses pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, na quarta-feira (27). A redução aconteceu devido à prescrição do crime de ocultação de cadáver. O corpo de Eliza nunca foi encontrado. Com a decisão da Justiça, a pena passou de 22 anos e três meses para 20 anos e nove meses.

Ensino religioso nas escolas

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, nesta semana, que as escolas públicas podem adotar o ensino religioso de "caráter confessional", ou seja, que as aulas podem seguir os ensinamentos de uma religião específica. O STF analisou uma ação de inconstitucionalidade proposta pela Procuradora-Geral da República. Esta defendia que os alunos recebessem informações sobre todas as religiões, sem tomar partido de nenhuma.

"Ejacular é repugnante, mas não é crime"

Marcelo Chello/Estadão Conteúdo
Imagem: Marcelo Chello/Estadão Conteúdo

Esta semana, em São Paulo, mais um homem foi preso em flagrante após ejacular em uma mulher, dentro de um ônibus. Evandro Quesada da Silva, 26, foi detido, mas solto no mesmo dia, depois de o juiz classificar o comportamento dele de "ato repugnante" e, não, crime. Na quarta-feira (27), dia da prisão de Quesada, outros dois ataques parecidos aconteceram em veículos de transporte coletivo, na capital. Em agosto, foi noticiado o primeiro caso do gênero. Na ocasião, o agressor também foi preso e liberado depois.

Conquista histórica!

Hasan Jamali/AP
Imagem: Hasan Jamali/AP

A partir de junho de 2018, as mulheres da Arábia Saudita poderão tirar carteira de motorista. A proibição era uma das medidas restritivas a que são submetidas as mulheres do reino ultraconservador do Oriente Médio. Rihanna foi uma das vozes públicas a comemorar o decreto do rei Salman. “Adoro ver o progresso”, comentou a artista pop.

Aécio e PT do mesmo lado?

AFP PHOTO/Evaristo Sa
Imagem: AFP PHOTO/Evaristo Sa

O senador Aécio Neves foi afastado do cargo pela 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal), na terça-feira (26). Além disso, o político não pode sair do país nem mesmo de casa, à noite. O afastamento tem como base o aparecimento do nome do senador nas delações da JBS. Ao contrário do que se poderia imaginar, o PT se manifestou oficialmente contrário a decisão do tribunal.

Juntas por uma boa causa

Divulgação
Imagem: Divulgação

A cantora Alicia Keys é a estrela da campanha do conjunto de lingerie criado por Stella McCartney para arrecadar fundos para o combate ao câncer de mama. A mãe da estilista morreu em 1998, em decorrência da doença. Neste ano, o mote da ação é jogar luz no fato de os exames de detecção precoce não estarem ao alcance de todas as mulheres.

Maioridade penal

Por dez votos a oito, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado adiou a análise de quatro propostas de emendas à Constituição que sugerem a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. A decisão foi tomada após o Fundo de População das Nações Unidas, uma agência da ONU, e o Ministério dos Direitos Humanos se manifestarem publicamente contra a redução.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo