Estilo de vida

Debates: chip em uniforme é uma boa ideia para combater a evasão escolar?

Divulgação
Aluna com uniforme com chip em escola de Vitória da Conquista (BA); cidade abandonou o projeto Imagem: Divulgação

Adriana Nogueira

Do UOL

06/10/2017 17h35

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou projeto de lei que determina a instalação de chips nas camisetas dos uniformes dos alunos do ensino fundamental da rede municipal. A iniciativa do vereador Camilo Cristófaro (PSB) está nas mãos do prefeito João Dória, que tem prazo de 30 dias para sancionar ou vetar. Veja os dois lados da questão e dê a sua opinião. 

Por que o chip é uma boa ideia?

Em entrevista para o UOL, o vereador Cristófaro afirmou que seu projeto de lei tem como objetivo combater a evasão escolar e garantir a segurança das crianças. Segundo ele, um equipamento instalado na entrada do colégio registraria a entrada e a saída do estudante, vestido com a camiseta com o chip sob o logotipo oficial, e mandaria a informação na forma de um SMS para o celular do responsável por ele.

“É o mesmo sistema de quando você faz uma compra de algo e recebe a confirmação pelo telefone. Doria achou a ideia boa, mas levantou a questão de onde sairia o orçamento. Eu estou dando a arma para lutar contra a evasão, a Prefeitura teria de dar a munição [os recursos financeiros para implantação]”, afirmou Cristófaro.

Segundo o Relatório de Desenvolvimento 2012, realizado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e divulgado em março de 2013, um a cada quatro alunos que inicia o ensino fundamental no Brasil abandona a escola antes de completar a última série.

“Há pais que saem para trabalhar antes de o filho ir para a aula. Com o sistema, eles teriam a tranquilidade de saber que a criança está na escola”, explica. O vereador diz acreditar que o prefeito sancionará o projeto.

O político disse que a iniciativa não foi inspirada na tentativa feita pelas escolas municipais de Vitória da Conquista (BA), em 2012, e que foi abandonada após sucessivas falhas de sistema. “São Paulo tem empresas com tecnologia para que isso dê certo. Quando colocar aqui vai ser epidêmico. Outros lugares irão atrás.”

Ainda de acordo com o vereador, a implantação deve ser gradativa, começando no segundo semestre de 2018 ou no primeiro de 2019.

Por que o chip não é uma boa ideia?

Luciene Tognetta, professora do Departamento de Psicologia da Educação da Unesp (Universidade Estadual Paulista), afirma que o projeto de lei é mais uma tentativa de camuflar o real problema da escola.

“A questão é que as iniciativas em educação sempre partem do senso comum, não de pesquisas científicas. Em medicina, nunca se teria ideia de colocar um chip naquele doente que se recusa a tomar um remédio”, fala Luciene.

Para a professora, uma das principais causas da evasão escolar é que a escola não se reestruturou para atender a criança e o jovem do século 21, que é um nativo digital.

“A escola deveria organizar o conhecimento que o aluno recebe de várias fontes, ajudando-o a construir projetos, incentivando a discutir temas, dando espaço para que ele seja o protagonista do aprendizado. Não dá mais para continuar com o modelo do estudante que só copia o que o professor coloca na lousa. A escola não consegue formar meninos e meninas que queiram continuar nela”, afirma a professora.

Segundo a especialista em educação da Unesp, ao se optar pelo chip, passa-se a tratar o aluno como uma “cabeça de gado”. “Tira-se da escola o papel de se organizar física e estruturalmente para acompanhar o aluno, no que ele faz de certo e de errado. Privilegia-se a intervenção em vez da prevenção”, diz.

Qual a sua opinião sobre colocar chip em uniforme escolar?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo