Sexo

8 micos na cama dos quais ninguém deveria se envergonhar

Getty Images
Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração com o UOL

22/11/2017 04h00

Nenhuma pessoa está imune a cometer essas gafes na hora do sexo. Mas e daí? Em vez de tentar disfarçar o constrangimento, encare a situação com leveza e diversão.

Soltar pum durante o sexo

Em certas situações --no elevador, no trabalho, na rua -- dá até para disfarçar. Na hora H, porém, a coisa é mais complicada. O ideal é não comentar nada, evitando chamar (ainda mais) a atenção para o fato. É natural, todo mundo faz e nem sempre dá para controlar. Apenas acontece. O jeito é abstrair que passa. 

Veja também

Vagina barulhenta

Em certas posições, principalmente quando o pênis sai por completo para depois entrar novamente, é comum sair ar da vagina. Não é preciso se envergonhar, pois faz parte da anatomia e do sexo. Quem quiser levar na brincadeira pode mandar uma frase como "Viu que legal? Ela está tão feliz que canta!" ou "Gostou do truque? Treinei para você". E siga em frente.

Errar a mira

Há alguns "espertinhos" que tentam forçar o sexo anal fingindo que erraram o alvo. Porém, em situações muito empolgantes ou selvagens, às vezes acontece de o pênis atingir onde não deveria e até se "dobrar" durante os momentos mais quentes. A solução é respirarem fundo, darem um tempo e continuarem, de um jeito mais calminho.

Cair ou se machucar ao fazer determinada posição

Torcicolos, cãibras, chutes, pisadas na cara, esmagadas nos peitos... Transar, às vezes, machuca. E nem estamos falando de brincadeirinhas à la "Cinquenta Tons de Cinza". Porém, acidentes acontecem, e como no pico do entusiasmo o cérebro costuma associar a dor ao prazer, o negócio é perguntar se está doendo, oferecer ou pedir uma 'massagenzinha' básica e dar prosseguimento.

Brochar

Todo homem, mais ou cedo ou mais tarde, passa por isso. Assim, ninguém deveria transformar esse episódio num drama. O casal precisa conversar, descontrair e, quem sabe, tentar outros prazeres na cama ou longe dela. Deem um tempo e tentem reverter a situação - ou deixar para outra ocasião, vocês é que sabem.

Se atrapalhar com a camisinha

O momento de colocar a camisinha nem sempre corre às mil maravilhas: o preservativo pode enrolar, grudar, enroscar, rasgar... A dica principal é tentar conter a afobação e pedir auxílio para a outra pessoa. É sempre bom ter um plano de gestão de crise, que inclui ter vários modelos diferentes (em texturas, cores, sabores, sensações) e um lubrificante à base de água à mão, por garantia.

Sentir náusea ou ânsia de vômito

Sexo oral, como tudo na vida, tem um limite: é até onde você vai sem se sentir mal. Enjoou? Tudo bem, faz parte. Tente ir menos fundo ou com mais calma. Mude a prática e retome quando se sentir melhor. Agora, se o mal estar tiver outro motivo (como indigestão ou alta ingestão de bebida alcoólica, por exemplo), o melhor é parar o sexo, tentar se restabelecer primeiro e adiar a diversão.

Cair na risada

O riso alivia, relaxa e em muitas circunstâncias é impossível de conter. Talvez o motivo seja algo engraçado em relação à própria transa (como as situações listadas anteriormente) ou uma besteira que veio à sua mente do nada. Não se reprima. Só deixe claro que não está rindo do par, mas com o par. Rir junto é sinal de cumplicidade e de relações leves.

FONTES: Mônica Bayeh, psicóloga clínica e psicoterapeuta, do Rio de Janeiro (RJ), e Priscila Junqueira, psicóloga especialista em Sexologia pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Mayumi Sato
Redação
Da Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Mayumi Sato
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Mayumi Sato
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Topo