Estilo de vida

Malala ensina como homens podem lutar pelas mulheres; assista

Getty Images
Malala Yousafzai vai estudar política na Universidade de Oxford Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

12/02/2018 15h23

A vencedora do Nobel da Paz Malala Yousafzai, 20, sempre batalhou pelo protagonismo das mulheres na sociedade. Mas, e qual a responsabilidade dos homens?

Em um vídeo divulgado no Instagram pela ONU Brasil neste domingo (11), Malala usa como exemplo o apoio que recebeu o pai, Ziauddin Yousafzai, para passar a mensagem aos homens.

“Nós temos que acreditar nas meninas, nós temos que acreditar nas nossas irmãs, nas nossas filhas e permitir que elas sejam o que quiserem ser. Como meu pai costuma dizer: se você não cortar as asas delas, basta deixá-las voar até alcançar seus sonhos", diz.

“Os homens devem apoiar as mulheres. É melhor para a economia e melhor para cada um de nós. Ajudará a economia a crescer mais rápido, melhora os padrões de vida de cada e de nossas crianças, já que mulheres com escolaridade têm mais condições de cuidar de seus filhos, da educação e do futuro.

Assista

Em 2012, Malala levou um tiro na cabeça. Escolhida como alvo por conta de seu ativismo pelo direito das mulheres e em prol da educação, a jovem conseguiu sobreviver após receber tratamento médico no Reino Unido. Sua história correu o mundo. Dois anos após o ataque, ela recebeu o Prêmio Nobel da Paz tornando-se a ganhadora mais jovem da premiação.

Hoje, após ser impedida de estudar por terroristas, ela cursa o ensino superior na Universidade de Oxford, uma das mais tradicionais e antigas universidades da Europa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Estilo de vida

Topo