Vida saudável

Musculação emagrece? Veja mitos e verdades sobre esse exercício

iStock
Imagem: iStock

Por Gabriela Guimarães e Rita Trevisan

Colaboração para o UOL

21/04/2017 10h49

O número de academias e de praticantes de musculação em nosso país não para de crescer. Mas nem todos os que apostam no exercício conhecem profundamente os efeitos dele sobre o organismo. UOL conversou com professores de educação física para esclarecer pontos que costumam gerar dúvidas, mesmo entre os alunos mais dedicados.

  • Musculação não emagrece

    Mito. Qualquer atividade física vai proporcionar queima de calorias, inclusive a musculação. Além disso, os exercícios com pesos estimulam o ganho de massa magra, os músculos. ?A massa magra, por sua vez, eleva o gasto energético, até mesmo durante o repouso?, explica Alberto Abrahão, professor da academia Bodytech Città America (RJ). O resultado pode não aparecer imediatamente na balança pois, com o treino, a tendência é substituir gordura por massa magra. Porém, se os exercícios estiverem adequados ao perfil do praticante, o ganho estético e a redução de medidas mostrarão que ele está no caminho certo.

  • Beber água durante o treino atrapalha a performance

    Mito. É essencial hidratar-se antes, durante e depois do treino. ?Níveis baixos de hidratação estão diretamente ligados à perda de desempenho na atividade física e à fadiga excessiva?, afirma Brucce Cota, gerente nacional da rede de academias Bodytech.

  • Para a musculação funcionar, é preciso fazer esforço (e até cara feia)

    Verdade. A cara feia é opcional mas, se o objetivo é ganhar massa muscular, é preciso fazer um esforço moderado e ir aumentando a intensidade do exercício gradualmente. Isso ocorre porque o corpo vai se adaptando à carga e precisa de novos estímulos para continuar respondendo bem à atividade. ?A resposta dos músculos ao treino de musculação está diretamente relacionada à quantidade de força produzida durante os exercícios?, explica Giane Fátima da Silva, coordenadora técnica da academia Contours Aquarius.

  • Quanto mais você treina, mais massa muscular ganha

    Mito. Exagerar no treino ? na frequência ou na intensidade - pode gerar uma resposta contrária do organismo e até favorecer o aparecimento de uma lesão, que obrigará o praticante a parar de treinar, pelo menos temporariamente. É preciso dar um tempo mínimo de 24 horas de descanso entre um treino e outro, pois é na recuperação que ocorre a hipertrofia e os músculos crescem. De qualquer forma, como a resposta ao treino é individual, o ideal é contar com a supervisão de um professor de educação física na hora de montar a rotina de exercícios.

  • Mulheres que fazem musculação ficam com o corpo masculinizado

    Mito. É possível adequar o treino aos objetivos individuais. Treinando, as mulheres podem ganhar um corpo mais forte, perder gordura e ganhar massa magra ? e, com essa mudança, os músculos ficarão mais aparentes. Mas daí a apresentar um corpo masculinizado, com alto volume de massa magra, há uma grande diferença. ?As mulheres produzem bem menos testosterona do que os homens, portanto, possuem limitações para a formação de massa magra. Mulheres que apresentam um corpo masculinizado geralmente tomam ou injetam hormônios?, diz Cacá Ferreira, gerente de musculação corporativo da Cia Athletica.

  • Idosos devem praticar musculação

    Verdade. A perda de força muscular, a diminuição de massa magra e de densidade mineral óssea fazem parte do processo natural de envelhecimento. E a musculação atua de forma ativa na melhoria de todos esses fatores. ?Treinando com regularidade, o idoso ganha saúde, autonomia e qualidade de vida?, afirma Renan Dias, professor da Bodytech Città America (RJ).

  • Quem faz atividade aeróbia de alta intensidade também precisa de musculação

    Verdade. A musculação ajuda a melhorar a performance e a prevenir lesões. ?Os exercícios com pesos fortalecem os músculos que são necessários para a estabilização de diversas articulações, como o joelho, o quadril e o tornozelo?, diz Giane Fátima da Silva, coordenadora técnica da academia Contours Aquarius.

  • Quanto mais músculos, mais acelerado o metabolismo

    Verdade. Quanto mais massa magra, maior é o gasto de energia para manter essa musculatura, mesmo nos períodos de repouso. Para dar conta da demanda, a resposta natural do corpo é aumentar o ritmo. ?Nosso corpo é como um carro, quanto mais potente o motor, maior o consumo de combustível?, explica André Augusto Silva, instrutor de musculação e personal trainer da academia Competition Unidade Paulista.

  • Quem faz musculação regularmente não precisa praticar atividade aeróbia

    Mito. O melhor é combinar os dois tipos de atividades. A musculação tem como principal objetivo o ganho de massa muscular, enquanto o exercício aeróbio é eficiente para aumentar a resistência e acelerar a perda de peso, o que permite que os músculos fiquem mais aparentes ? e o corpo, definido. ?O exercício aeróbio também é interessante para melhorar a recuperação e garantir mais fôlego em treinos de grupos musculares grandes, como é o caso das pernas?, diz Brucce Cota, gerente nacional da rede de academias Bodytech.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
Estilo
do UOL
Estilo
Redação
Estilo
UOL Especiais
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo