Vida saudável

Por que a dupla frango e batata-doce virou a preferida dos "marombados"?

iStock
Frango e batata doce temperados com páprica e ervas Imagem: iStock

Carol Salles

Colaboração para o UOL

19/10/2016 07h15

A combinação frango com batata-doce tornou-se queridinha das refeições de quem malha e quer ganhar músculos. Segundo o nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), isso ocorre, porque enquanto um é fonte de proteínas, que são aminoácidos imprescindíveis para o reparo e desenvolvimento muscular, o outro fornece energia imediata ao organismo, respectivamente. 

Mas se esses fossem os únicos motivos, a carne vermelha e a batata comum poderiam ser substitutos, pois também são fontes de proteínas e energia, certo? Não é bem assim. A vantagem do frango sobre outros tipos de proteínas --inclusive as vegetais-- é que a sua tem alto valor biológico. Ou seja, é considerada completa, pois traz todos os aminoácidos necessários ao organismo.

Já a batata-doce ganha de outros tipos de carboidratos por ter baixo índice glicêmico. O que isso quer dizer? “Sempre que ingerimos qualquer tipo de carboidrato, ele se transforma em açúcar no organismo. Só que alguns entram na corrente sanguínea muito rapidamente, obrigando o corpo a produzir insulina para reequilibrar”, explica Helton Finocchio, nutricionista esportivo da Clínica Andrea Santa Rosa, no Rio de Janeiro. E isso é ruim por vários motivos.

No caso da batata-doce, essa liberação de insulina pelo corpo é lenta, o que garante sensação de saciedade, mantém o organismo com energia por mais tempo --até durante o treino-- e também ajuda na recuperação muscular. Além disso, a dupla é pouco calórica.

Como preparar?
Dê preferência ao frango grelhado ou cozido e sem pele. Evite temperos industrializados; prefira ervas, especiarias (como açafrão ou páprica), cebola, alho e limão. Não exagere no sal. “Já a batata-doce pode ser consumida com casca, que é rica em fibras e, por isso, diminui ainda mais o índice glicêmico”, explica a nutricionista  Fulvia Hazarabedian, e coordenadora do programa Bio Nutri, da rede de academias Bio Ritmo.

Pode comer todo dia? Sim, sem medo. O que não pode é comer só frango com batata-doce em todas as refeições, pois é importante manter uma alimentação variada. Afinal, o organismo necessita de outros nutrientes também. E prefira frangos que não recebam antibiótico, como os orgânicos ou caipiras. Uma dica é olhar na embalagem e checar se o alimento leva o certificado de orgânico ou de Antibiotic Free. Alguns ainda trazem o selo de bem-estar animal

Para quem quiser variar, outras boas opções de carboidratos são o cará e a mandioquinha. E outra fonte proteica pode ser o atum de lata light ou carne moída magra. Não existe um período ideal para se consumir esses ingredientes, já que a necessidade varia de acordo com o tipo, intensidade e objetivo de cada treino. Portanto, consulte seu treinador ou nutricionista.

Duas receitas para inovar a dupla

  • Frango ao alecrim e sálvia com batata-doce termogênica

    Ingredientes: 2 coxas ou sobrecoxas de frango; 2 colheres de sopa de salsa; 2 colheres de sopa de sálvia; 1 colher de sopa de alecrim; 1 dente de alho picado; 2 colheres de chá de mostarda de Dijon; 1 colher de sopa de azeite; pimenta-do-reino e sal a gosto; óleo de coco; pimenta calabresa desidratada; 1 batata-doce grande cozida. Modo de preparo: misture a salsa, a sálvia, o alecrim, o azeite, a mostarda, o sal e a pimenta. Tempere o frango com essa mistura e deixe marinar por três horas. Enquanto isso, cozinhe a batata e corte em rodelas. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Leve o frango ao forno por 30 minutos ou até que fique dourado. Grelhe a batata no óleo de coco e tempere com uma pitada de pimenta calabresa. Esse tempero tem efeito termogênico, ou seja, acelera o metabolismo. Fonte: Helton Finocchio, da Clínica Andrea Santa Rosa.

  • Torta proteica

    Ingredientes: 1 batata-doce grande cozida e amassada; 2 peitos de frango cozidos e desfiados; 1 xícara de chá de farinha de trigo integral; 2 ovos; 200 ml de leite desnatado; 1 colher de sobremesa de fermento; 1 colher de sopa de manteiga sem sal; sal, cebola e outros temperos à gosto. Modo de preparo: no liquidificador, bata a farinha de trigo, os ovos, o leite e uma pitada de sal. Despeje metade da massa em uma bandeja untada com manteiga e farinha integral. Misture o purê de batata-doce ao frango desfiado e acrescente sobre a massa. Por cima, coloque o restante da massa. Asse em forno a aproximadamente 180ºC até corar. Antes de tirar a torta do forno, cheque se está cozida por dentro, espetando com um garfo. Se ele sair limpo, é porque a torta está pronta. Fulvia Hazarabedian, nutricionista e coordenadora do programa Bio Nutri, da academia Bio Ritmo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo