Vida saudável

Whey, termogênico, BCAA: para que servem os suplementos alimentares?

Getty Images
Os suplementos alimentares podem ser usados antes, durante e depois do treino Imagem: Getty Images

Thais Carvalho Diniz

Do UOL

03/03/2017 04h00

Você sabe para o que servem os suplementos alimentares? Eles são fortes aliados daqueles que têm um corpo definido e também dos que querem manter a boa forma e a saúde em dia. Segundo os especialistas entrevistados pelo UOL, a função deles é complementar uma dieta associada a exercícios físicos. Por isso, não tem milagre! É o famoso “no pain, no gain”.

Diferentemente dos anabolizantes --com os quais podem ser confundidos--, os superalimentos são aditivos nutricionais e com eficácia comprovada. Já os esteroides anabolizantes --derivados hormonais, na sua maioria de testosterona-- são proibidos no Brasil e extremamente nocivos à saúde. Um não tem nada a ver com o outro.

Entretanto, ter a orientação de um nutricionista ou médico é essencial para obter sucesso na utilização, mesmo que, por serem considerados "alimentos", não seja obrigatório o uso de receita para o consumo.

"Não se deve prometer resultados extraordinários para quem usa algum suplemento alimentar sem associação de alimentação equilibrada e atividade física. Além disso, os resultados nem sempre aparecem rapidamente. Por isso, é importante o acompanhamento especializado", afirma  o endocrinologista Pedro Assed, membro da Sbem (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) e pesquisador do Gota (Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares) da PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro).

Além do investimento financeiro, usá-los indiscriminadamente pode trazer prejuízos à saúde. Todos os suplementos, quando mal administrados, podem oferecer riscos de sobrecarga dos rins e do fígado, por exemplo. "Os riscos vão desde jogar tempo e dinheiro fora devido ao não aproveitamento do produto, até casos de insuficiência renal por ingestão excessiva de suplementos proteicos, por exemplo. Somente o profissional pode julgar qual será a indicação e a dose específica para cada pessoa", explica o endocrinologista. 

A seguir, entenda como agem no organismo os suplementos mais usados hoje:

Consultoria I Pedro Assed, membro da Sbem e pesquisador do Gota, da PUC-RJ; Patricia Davidson, nutricionista funcional; Helton Finocchio, nutricionista esportivo da Clínica Andrea Santa Rosa.

  • Whey protein

    É uma proteína isolada do soro do leite de vaca, que auxilia o ganho de massa magra, ou seja, músculos. Além disso, evita o esgotamento proteico que geralmente ocorre em longos períodos de jejum e após treinos exaustivos. Dependendo do objetivo, pode ser usado antes, durante ou após as atividades físicas.

  • Termogênico

    Ajuda a queimar gordura, pois aumenta a termogênese (produção de calor) ao acelerar o metabolismo. Melhora a disposição e o desempenho para a prática de exercícios e, por isso, deve ser utilizado antes do treino. Por acelerar a pressão arterial e frequência cardíaca, é preciso avaliação criteriosa a despeito de problemas cardiovasculares. Os mais utilizados são os formulados com cafeína e vitaminas.

  • BCAA

    São aminoácidos de cadeia ramificada, que previnem a fadiga e lesões musculares. Além disso, age como co-estimulador da secreção de insulina, hormônio que participa da metabolização de glicose no nosso organismo. Para pacientes em processo de emagrecimento e com dieta restrita (abaixo de 900 calorias diárias), é indicado para ajudar na prevenção da perda de músculos.

  • Carboidratos

    Suplementos de carboidrato produzem energia no organismo e levam glicose para os músculos. São usados antes dos exercícios, com o objetivo de permitir uma maior explosão e resistência para atividades de duração longa. Existem de rápida, média e lenta absorção e apenas o profissional capacitado pode indicar o melhor uso para cada caso.

  • Glutamina

    Assim como o BCAA, é um aminoácido. Neste caso, a função é alimentar as bactérias intestinais e melhorar a imunidade. Em maioria, é usado após a prática de atividades físicas para a reparação das fibras musculares.

  • Creatina

    Aumenta a energia para treinos mais intensos e com recuperação mais rápida entre as séries de musculação. O uso da creatina auxilia o ganho de força e massa muscular.

Fonte: Consultoria | Eduardo Rauen, membro da Abran; Pedro Assed, membro da Sbem e e pesquisador do Gota, da PUC-RJ; Patricia Davidson, nutricionista funcional; Helton Finocchio, nutricionista esportivo da Clínica Andrea Santa Rosa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo