Boa forma

Tomar um refrigerante por dia não causa celulite, diz nutróloga

Thinkstock
De acordo com a especialista, apenas o excesso de refrigerante é prejudicial imagem: Thinkstock

Tomar refrigerantes causa celulite, estria e sobrepeso - será? Esse tipo de afirmação tão comum só é verdadeira se o consumo de refrigerantes for excessivo.

"Ninguém fica com celulite ingerindo uma lata (350 ml) de refrigerante por dia", afirma a nutróloga Socorro Giorelli.

Em entrevista à Agência Efe, a especialista explica alguns pontos que preocupam, principalmente, o público feminino, sobre o consumo de refrigerantes, mas que são, na verdade, questões relativas à falta de equilíbrio alimentar e ao sedentarismo.

"A celulite, por exemplo, não tem uma causa isolada. É um processo que tem como causas a ingestão calórica excessiva e desequilibrada, associada a predisposição genética, insuficiência vascular, inatividade física e outros motivos menos frequentes", diz Socorro.

"Se a pessoa for saudável, é errado dizer que ingerir refrigerante, mesmo em quantidades moderadas, pode causar danos à saúde. Para qualquer pessoa, o excesso é o principal inimigo", explica a nutróloga.

Segundo a especialista, a preocupação fundamental, apesar de óbvia, deve ser com a alimentação balanceada e com a prática de atividade física no dia a dia. E se a pessoa gosta de refrigerante, a bebida pode fazer parte de sua dieta de forma moderada.

"Para as pessoas que têm diabetes ou estão na luta contra o peso, o refrigerante zero caloria é uma boa indicação, por não conter açúcar em sua composição". Outro mito é pensar que a bebida sem caloria faz mal a saúde. "O segredo é evitar os exageros", recomenda Socorro.

Outra crítica equivocada ao refrigerante é de que a bebida tem muito sódio, quando a quantidade presente em sua fórmula equivale de 1% a 2% da recomendação do consumo diário. "A versão sem calorias costuma ter mais sódio do que a regular, mas ainda assim é pouco e, se não for consumido em demasia, não interfere na retenção de líquido do organismo ou na celulite", ressalta.

Para as mulheres preocupadas com a relação entre o ácido fosfórico presente em alguns refrigerantes e o aparecimento de osteoporose, ela explica: "O ácido fosfórico pode estar presente em alguns refrigerantes, entretanto, desde que haja consumo adequado de derivados lácteos e o consumo de refrigerante não seja excessivo,dificilmente estaria relacionado com o aparecimento ou agravamento da osteoporose".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
UOL Estilo
do UOL
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
Corpo a Corpo
ESPN
Caras
ESPN
Estilo
Estilo
do UOL
ESPN
Corpo a Corpo
ESPN
ESPN
Estilo
ESPNW
Estilo
ESPN
Estilo
ESPN
ESPN
Harper's Bazaar
Harper's Baazar
do UOL
Topo