Boa forma

Corrida é menos cansativa do que caminhada, diz estudo

Do UOL

Em São Paulo

09/01/2012 18h30

Quem prometeu que em 2012 adotaria a caminhada como exercício físico pode querer reconsiderar a decisão. De acordo com novo estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, uma corrida leve é menos cansativa e mais eficiente para os músculos do que a caminhada.

Para os cientistas, correr cerca de dois metros por segundo estimula músculos no corpo. O autor do estudo, Gregory Sawicki, aponta que a descoberta mostra por que são poucas as pessoas que preferem caminhar rápido a correr. "Os músculos não trabalham de forma tão eficaz quando são usados em caminhadas, então o corpo prefere correr para conservar energia e aumentar a eficiência do exercício", aponta ele.

Os movimentos da corrida fazem com que o músculo libere mais energia e aumente o nível de estamina, isto é, resistência física.

Para medir a forma como os músculos se comportavam em diferentes movimentos, os pesquisadores usaram ultrassons, que revelaram como o músculo ligado ao tendão de Aquiles se modificava de acordo com a velocidade que os voluntários do estudo caminhavam ou corriam.

Os resultados mostraram que o músculo age como uma embreagem de carro, que permite que a pessoa possa mudar a velocidade da caminhada ou corrida.

Ele é acionado quando começamos a nos mover e é responsável por segurar uma das extremidades do tendão, enquanto a energia do corpo é transferida para tentar esticá-lo. Dessa forma, o tendão ajuda o corpo a liberar a energia e manter o movimento.

A equipe de pesquisadores notou que andar rápido faz os músculos trabalharem mais, no entanto, fornece menos energia ao corpo, o que é ineficiente, pois diminui a resistência. Já correr em uma velocidade moderada dá mais energia ao músculo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Bloomberg
do UOL
do UOL
Bloomberg
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
RedeTV! Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
Topo