Vida saudável

Lidar com as emoções é o maior obstáculo para quem quer emagrecer, dizem psicólogos

Thinkstock
Comer compulsivamente, praticar atividade física regularmente e fazer boas escolhas alimentares foram outros desafios listados pelos psicólogos Imagem: Thinkstock

Do UOL, em São Paulo

11/01/2013 12h21

Quem deseja perder peso costuma mudar a alimentação e aumentar a quantidade de exercícios físicos para alcançar sua meta. No entanto, segundo uma nova pesquisa realizada com psicólogos, o maior obstáculo para quem quer emagrecer é lidar com as emoções e comportamentos durante o processo.

A enquete, realizada pela Consumer Reports National Research Center em parceria com especialistas da Associação Americana de Psicologia, perguntou a mais de 1.300 psicólogos sobre os maiores desafios da perda de peso para seus pacientes. Na opinião de 44% dos profissionais, "entender e gerenciar os comportamentos e emoções relacionadas com a gestão de peso" é a maior dificuldade para os que querem enxugar os quilos a mais.

Quarenta e três por cento dos entrevistados também citaram o ato de comer compulsivamente como uma barreira para perder peso. Manter um programa de exercícios regulares foi uma das dificuldades mencionadas por 43% dos psicólogos; já fazer as escolhas alimentares adequadas foi citado por 28% dos entrevistados pela pesquisa.

Estratégias

Mais de 70% dos profissionais apontaram a terapia cognitiva como "excelente" ou "boa" na estratégia para perder peso. Estratégias motivacionais, registros de comportamento e definição de metas também foram importantes em ajudar clientes a perder peso e mantê-lo, de acordo com os resultados do levantamento. A terapia cognitiva ajuda as pessoas a identificar e tratar pensamentos e emoções negativas que podem levar a comportamentos pouco saudáveis, como comer de forma compulsiva.

"Qualquer um que já tenha tentado perder alguns quilos e mantê-los sabe que isso não é fácil. A boa notícia é que a pesquisa e a prática clínica mostram que, além de abordagens comportamentais, a terapia cognitivo-comportamental ajuda as pessoas a perder peso", acredita Norman B. Anderson, diretor executivo da Associação Americana de Psicologia.

"Embora os problemas de peso sejam causados por uma combinação de fatores biológicos, emocionais, problemas comportamentais e ambientais, estes novos resultados mostram o papel fundamental do estresse e da regulação emocional na perda de peso", disse Anderson.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Luiz Sperry
Cintia Cercato
Blog Bella Falconi
Blog do Prem Baba
do UOL
BBC
BBC
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
Agência Estado
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
Blog Luiz Sperry
do UOL
do UOL
do UOL
Topo