Boa forma

Caixa de alimentação saudável chega ao mercado; nutricionistas avaliam

Divulgação
Imagem: Divulgação

Thamires Andrade

Do UOL, em São Paulo

29/05/2013 07h00

As caixas de beleza que entregam novidades de maquiagem e perfumaria mediante uma assinatura agora ganhou uma versão voltada para a dieta saudável. Com uma assinatura mensal no valor de R$49,90, é possível receber em casa a Bluebox, uma seleção de lançamentos para quem preza por um cardápio equilibrado. No entanto, quem se interessa pela novidade deve prestar atenção nas informações nutricionais.

Saiba o que olhar no rótulo dos alimentos

  • 1) Lista de ingredientes: Os componentes dos alimentos aparecem em ordem decrescente de importância, ou seja, o que estiver em primeiro lugar é o que tem em maior quantidade. Observe se o alimento contém ingredientes saudáveis entre os primeiros listados e se não contém excesso de açúcares, glicose, gorduras, corantes, conservantes e estabilizantes.
    2) Medida caseira da porção: Em cada alimento, o cálculo dos nutrientes vai ser feito a partir de uma porção determinada (pode ser 1 xícara, 1 colher, ½ unidade). Essa medida deve ser levada em consideração ao comparar dois produtos diferentes e ver qual deles é o menos calórico, com menos sal ou menos açúcar.
    3) Quantidade de sódio nos alimentos: A quantidade deve ficar o mais próximo possível da proporção de 1:2, ou seja, para cada 100 gramas de alimento deve ter no máximo 200 mg de sódio. Quanto mais longe dessa proporção, pior. Produtos que tiveram a proporção acima de 1:10, que equivale a 1.000 mg de sódio a cada 100 gramas, tem um altíssimo teor de sódio.
    4) Teor de fibras: Quanto mais fibras, maior sensação de saciedade e controle das taxas de açúcar no sangue, além de menor absorção da gordura dos alimentos e garantia de um bom funcionamento intestinal. O indicado é comer de 20 a 30 gramas de fibras por dia. O teor de fibras também informa a qualidade do carboidrato do alimento. Se a embalagem diz que o alimento é integral, mas tem menos de 1 grama de fibra por porção, talvez esse alimento não seja tão integral assim.
    5) Teor de gorduras: As gorduras saturadas devem ser consumidas com moderação e o ideal é dar preferência para alimentos que tenham presença de gorduras polinsaturadas e monoinsaturadas. A gordura "trans" deve ser evitada ao máximo. Os rótulos podem trazer a informação "livre de gordura trans" quando houver até 0,2g de gordura trans por porção. Ou seja, pode ser que na porção de 3 biscoitos especificada no rótulo do produto não haja quantidade significativa de gordura trans, mas se comermos o pacote inteito podemos estar ingerindo quantidades significativas dessa gordura, que ainda costuma estar presente na maior parte dos salgados, biscoitos, sorvetes e pipocas de microondas.

  • Fonte: Talita Drecksler, nutricionista funcional do Kurotel, Centro de Longevidade e Spa.

"Consultar a tabela nutricional é muito importante e o consumidor precisa aprender isso, já que muitos produtos são vendidos como "integral", "rico em fibras" e "sem adição de gordura trans" e isso nem sempre corresponde à realidade", pondera Talita Drecksler, nutricionista funcional do Kurotel, Centro de Longevidade e Spa.

A nutricionista da clínica DNA Nutri Elaine de Pádua recomenda aos pacientes buscarem a opinião de um profissional de nutrição para verificar a possibilidade de adicionar os produtos na rotina alimentar.

"Alguns alimentos podem apresentar excesso de sódio e devem ser consumidos com moderação, especialmente por pacientes hipertensos. Outros componentes também devem ser analisados como presença de corantes artificiais, excesso de gorduras, quantidade de vitaminas e minerais", alerta a nutricionista.

De acordo com Milena Escabeche, uma das sócias da Bluebox, a escolha dos produtos que são enviados na caixa é feita com base no sabor. "Damos preferência aos produtos novos e, como nós também somos pessoas ligadas em dieta e alimentação, consideramos o sabor do alimento fundamental", explica.

Cada mês o tema da Bluebox varia e os assinantes podem enviar sugestões e dar feedback sobre os produtos recebidos. "Tem mês que só vão produtos sem açúcar, outros sem lactose; é um serviço de curadoria e o assinante tem a comodidade de receber tudo em casa sem ter que se preocupar", explica Escabeche. Na caixa é possível encontrar diversos produtos, que vão  de barrinhas de cereal, grãos, cereais, nutricosméticos e até suplementos.

Para Drecksler, a ideia da Bluebox é interessante, especialmente para quem não tem muito tempo para buscar lojas especializadas. "Os alimentos mais saudáveis geralmente não estão nos mercados comuns. Ao receber os produtos em casa e testá-los, o assinante pode criar hábitos melhores", acredita.

Pádua também concorda com os benefícios de receber novos produtos em casa, mas reitera a necessidade de buscar a orientação de um profissional para conhecer os pontos positivos e negativos dos produtos. "Na maioria das vezes, a indústria só mostra as coisas boas dos produtos. Portanto, sempre oriento os pacientes a ficarem atentos a todas as informações contidas nas embalagens e buscar um profissional para saber como incorporar esse produto a sua alimentação", finaliza.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Especiais
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo