Vida saudável

É possível emagrecer até o Carnaval sem abrir mão da saúde

Luciana Alvarez

Do UOL, em São Paulo

13/01/2014 07h00

As festas de fim de ano e as férias são uma combinação perigosa para quem tenta manter um corpo esbelto. Nos dias de Natal e Réveillon a comilança é liberada, com pratos típicos extremamente calóricos, como pernil, farofa, rabanada, bolos e panetones. Para completar, as pessoas costumam participar de inúmeras confraternizações regadas a boas quantidades de bebidas alcoólicas e ainda se afastam da academia no período. O resultado é que em pouco tempo alguns quilinhos extras se acumulam em regiões indesejadas.

Mesmo que seu corpo tenha sido mais uma vítima das festas do fim do ano, não é preciso entrar em desespero. É possível voltar à forma para chegar magra ao Carnaval. E, melhor de tudo, sem embarcar em dietas malucas, difíceis de serem levadas a cabo e que ainda podem prejudicar o organismo no longo prazo. Basta um pouco de disciplina e seguir algumas dicas simples que o UOL preparou para você.

Difícil de acreditar? De fato, para a maioria das pessoas emagrecer é uma tarefa bem mais difícil do que engordar. Portanto, a perda de peso vai sempre exigir certa dose de força de vontade, embora não deva ser feito nenhum sacrifício exagerado. “Se fosse fácil emagrecer não teríamos o problema da obesidade, que hoje vemos no mundo inteiro. É preciso fazer algumas mudanças no dia a dia para emagrecer”, afirma a endocrinologista Denise Reis Franco, diretora da Associação Diabetes Brasil.

Encare o esforço de emagrecimento pós-festas como uma boa oportunidade para promover melhoras na sua alimentação para a vida toda, recomenda Denise. “Nesse período você tem a chance de avaliar o que é uma dieta saudável, como deve ser o comer bem na sua rotina”, disse.

Para quem deseja perder muito peso, o ideal é buscar aconselhamento médico ou nutricional. Mas metas de até 4 ou 5 kg em dois meses podem ser alcançadas por conta própria e de forma saudável. “Perder dois quilos por mês é perfeitamente possível e adequado. O indivíduo que ganhou 4 quilos nesse período pode se programar para perder 500 gramas por semana. É um objetivo bem alcançável”, avalia a nutricionista Jaqueline Müller, especializada em nutrição funcional e professora do Senac Taubaté. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Estilo
Agência Estado
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
Estilo
Estilo
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
do UOL
Estilo
Blog Luiz Sperry
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
BBC
Estilo
Estilo
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
Topo