Vida saudável

Brasileiro troca futebol por musculação, aponta estudo

Do UOL, em São Paulo

24/10/2014 10h49

O brasileiro está trocando o futebol por musculação, mostra pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde e divulgada nesta sexta-feira. O trabalho indica que, embora o esporte continue sendo a atividade física preferida entre o grupo masculino, a prática está em queda. Há oito anos, 35% dos entrevistados diziam jogar bola regularmente. Em 2013, esse índice caiu para 26,75%.

Em contrapartida, a musculação ganhou espaço. Em 2013, 18,46% do grupo masculino entrevistado dizia praticar musculação. Em 2006, eram 13,43%. "Há algumas hipóteses para a mudança", disse a diretora de Vigilância e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta.

A preferência pode ser reflexo do maior interesse da população brasileira em praticar atividades físicas. "Academias tornaram-se mais acessíveis, estão em toda parte, têm horários flexíveis, o que pode facilitar a prática, porque se encaixa na rotina de vida", completou. "O futebol está mais relacionado a um evento social. Exige maior preparação: reunir o grupo, encontrar espaço para prática."

A pesquisa mostra que, de forma geral, o brasileiro tem se exercitado mais. "É uma ótima notícia. Não é fácil você tirar pessoas da inatividade", disse. De acordo com o trabalho, 33,8% da população pratica regulamente algum tipo de atividade, o que representa 12,6% a mais do que o identificado há cinco anos. O aumento, completou Deborah, foi identificado em ambos os sexos, entre todos os níveis de escolaridade no grupo de 18 a 65 anos. "Entre pessoas acima deixa faixa etária, os números não aumentaram", conta.

A pesquisa confirmou a grande diferença ainda existente na prevalência da atividade física entre homens e mulheres. No grupo masculino, 41% disseram praticar regularmente algum tipo de atividade. Já entre as mulheres ouvidas, o porcentual foi de 27,4%. "Há uma questão cultural. Meninos ganham como primeiro presente uma bola. Meninas, uma boneca. É preciso estimular a prática de atividades e nada melhor do que a escola para isso", completou.

Entre mulheres, a musculação também ganhou espaço. Saiu de 11,88% em 2006 para 19,56% para 2013. Apesar da crescente participação da musculação, a pesquisa mostrou que a caminhada continua sendo o exercício mais frequente entre brasileiros: 33,79% dos entrevistados dizem fazer caminhadas. Em 2006, o indicador era 10% maior. "A caminhada é geralmente a primeira atividade física que a população escolhe. Mas há alguns fatores, como temperaturas muito altas ou baixas, aclives que acabam dificultando a prática regular", disse Deborah.

Batizado de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), o estudo foi feito por meio de entrevistas telefônicas com 53 mil pessoas, maiores de 18 anos, nas 26 capitais e no Distrito Federal.

(Com Agência Estado)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo