Vida saudável

Pesssoas inteligentes costumam dormir e acordar tarde, diz pesquisa

Getty Images
Dormir até meio dia pode ser sinal de inteligência Imagem: Getty Images

Do UOL

Você é daquelas pessoas que dorme e acorda tarde? Um estudo sobre personalidades e diferenças individuais afirma que indivíduos mais inteligentes são propensos a serem pessoas com hábitos noturnos. Isso porque, basicamente, eles têm mais facilidade em lidar e compreender as mudanças evolutivas do que as pessoas menos inteligentes. Pesquisas etnográficas de sociedades tradicionais mostram que a atividade noturna era algo raro e portanto, o que temos hoje é um avanço.

A tese explica que praticamente todas as espécies na natureza, incluindo os seres humanos, exibem um ciclo diário. Conhecido como ritmo circadiano, é uma espécie de "relógio biológico" que permite ao organismo se antecipar e preparar para as mudanças físicas associadas ao dia e a noite, garantindo que o organismo "faça direito a coisa certa na hora certa do dia"

Para a maioria dos animais, o tempo de sono e vigília está em sincronia com o controle circadiano. Humanos, contudo, têm a capacidade única de ignorar cognitivamente seu relógio biológico e suas saídas rítmicas. A ideia da pesquisa era testar se os mais espertos eram realmente mais propensos a adquirir e defender valores evolutivamente novos do que indivíduos menos inteligentes. Para isso, eles usaram como parâmetro os ritmos circadianos.

Embora existam algumas diferenças individuais, com alguns indivíduos sendo mais noturnos do que outros, os seres humanos são basicamente uma espécie diurna. Ao contrário de seus ancestrais –que acordavam e dormiam cedo, atualmente nos adaptamos ao estilo de vida moderno, que dispensa essa sincronia com a luz do sol, o que por si só é um sinal de inteligência.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Topo