Vida saudável

Mania entre famosas, cinta modeladora traz mais riscos do que benefícios

Reprodução/Instagram
A atriz Giovanna Ewbank é garota propaganda de uma marca de cinta modeladora, que diz usar "sempre" Imagem: Reprodução/Instagram

Adriana Nogueira

Do UOL

07/02/2017 14h55

Em um post publicitário em seu Instagram, Giovanna Ewbank disse que usa cinta modeladora “sempre” para deixar a “coluna retinha durante a malhação e no dia a dia”. A atriz não é a primeira a propagandear –ganhando ou não—as vantagens do acessório. Das irmãs Kardashian a Gracyanne Barbosa, outras famosas já falaram sobre o produto, mas vesti-lo continuamente não é bem visto pelo ortopedista e cirurgião de coluna João Bergamaschi.

“Usar diariamente não é recomendado porque causa atrofia da musculatura da coluna e do abdome. É como se a cinta funcionasse no lugar do músculo, que, a longo prazo, fica flácido. A longo prazo, ela traz mais riscos do que benefícios”, explica o médico.

O ortopedista, no entanto, não vê problema na utilização eventual do acessório e em situações específicas na academia. “Esse tipo de cinta cumpre uma função estética, de afinar a silhueta, e dá sustentação para exercícios que envolvam levantamento de cargas pesadas. Mas, mesmo nesse último caso, não aconselho a malhar o tempo inteiro com ela.”

Reprodução/Instagram
Gracyanne Barbosa é outra famosa adepta da cinta modeladora Imagem: Reprodução/Instagram
Quando usada adequadamente na academia, a cinta modeladora evita lesões musculares –como hérnia abdominal (frouxidão dos músculos do abdome)—e dá suporte para a região lombar. “Ela é também útil no pós-operatório de algumas cirurgias, como abdominoplastia, lipoescultura e procedimentos cirúrgicos na coluna.

Apesar de visualmente aflitiva, a cinta não causa danos à circulação sanguínea ao comprimir a região abdominal, causando o efeito “cinturinha de pilão” que as famosas amam. “Há camadas protetoras de gordura e músculos, e os vasos sanguíneos da área são mais profundos, estando protegidos”, fala Bergamaschi.

O ortopedista e cirurgião diz que o acessório modelador está em desuso mesmo em uma situação em que costumava ser prescrito rotineiramente: o pós-parto.

“Ainda há médicos que indicam para suas pacientes, mas é preferível que a mulher que acabou de ter bebê faça fisioterapia para recuperar a musculatura da barriga do que use continuamente a cinta”, diz Bergamaschi.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
AFP
Estilo
Agência Estado
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
Estilo
Estilo
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
do UOL
Estilo
Blog Luiz Sperry
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
BBC
Estilo
Estilo
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
Blog Luiz Sperry
do UOL
BBC
Topo