Vida saudável

Ditado "o que não mata fortalece" pode ter explicação científica

Getty Images
Fazer sauna ou "hot ioga" pode não ser uma má ideia, segundo a cientista Caroline Kumsta, líder da pesquisa Imagem: Getty Images

Do UOL

Pesquisadores do instituto Sanford-Burnham Prebys Medical Discovery Institute, na Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que submeter o organismo a períodos de estresse leve como fazer sauna pode melhorar a autofagia celular –processo que consiste na degradação e reciclagem de estruturas danificadas—e, assim, melhorar a saúde e a longevidade.

A descoberta --publicada no site "ScienceDaily"-- foi feita observando-se um tipo de verme transparente que tem estruturas orgânicas similares aos seres humanos.

Na pesquisa, os vermes foram mantidos, durante uma hora, em incubadoras a 36ºC, uma temperatura substancialmente maior do que costumam ficar no laboratório. Após o período, observou-se que a taxa de autofagia aumentou em parte dos animais.

Os cientistas também observaram que um estresse térmico leve também pode melhorar a capacidade dos vermes de lidar com outra condição que piora com a idade: o acúmulo de proteínas agregadas, que é estressante para as células.

A descoberta pode ajudar a encontrar tratamentos para distúrbios neurológicos como a doença de Huntington --problema hereditário que provoca a degeneração progressiva de células do cérebro--, Alzheimer e Parkinson, males que têm a ver com o acúmulo de proteínas.

“Muitas pessoas têm nos perguntado se devem começar a fazer sauna ou ‘hot ioga’ [modalidade da atividade praticada em salas aquecidas]. Isso pode não ser uma ideia totalmente ruim. Estudos epidemiológicos indicam que o uso frequente de sauna está associado a uma vida mais longa”, disse a cientista Caroline Kumsta, líder do estudo, para o "ScienceDaily".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Topo