Vida saudável

Macarrão e congelados pioram sintomas da TPM; saiba o que evitar

Getty Images
Imagem: Getty Images

Gabriela Guimarães e Marina Oliveira

Colaboração para o UOL

29/05/2017 04h00

Os desequilíbrios hormonais são os principais culpados pelos desconfortos que muitas mulheres sentem no período pré-menstrual. Mas eles podem ser amenizados com uma dieta equilibrada, que retira do prato os alimentos que pioram o quadro e, ao mesmo tempo, dá mais espaço aos que ajudam a tratar os sintomas que envolvem dor de cabeça, inchaço, enjoo, cólicas, dor nos seios, irritação, sono, cansaço, entre outros. Veja, abaixo, o que evitar nessa época do mês.

Comida industrializada

O consumo excessivo de sódio não é bom em tempo algum, mas pode ser pior ainda no período pré-menstrual.  Enlatados, temperos industrializados, embutidos, macarrão instantâneo, lasanha congelada e até o bolo pronto contêm muito sódio em sua composição e devem ser evitados --o mineral é responsável por aumentar a retenção de líquido no corpo. Muitas mulheres incham por conta da retenção e os alimentos cheios de sal só agravam o quadro.

No lugar deles, vale incluir alimentos com ação diurética, que eliminam o excesso de água e toxinas. “Os chás verde e de hibisco são boas opções. O consumo de duas xícaras por dia é suficiente”, diz a nutricionista Natasha Terra. Algumas frutas e vegetais também combatem a retenção de água, como maracujá, melão, melancia, morango, limão, agrião, pepino, tomate, salsão e salsinha.

Tomar água é outro cuidado importante porque, uma vez desidratado, o organismo retém ainda mais líquido, só por segurança. Para saber o quanto precisa tomar de água por dia, multiplique o seu peso por 35. Assim, uma pessoa com 60 quilos deverá ingerir 2,1 litros de água diariamente.

Sorvetes e outras fontes de gordura saturada 

Sorvetes, bolachas recheadas, bolos e doces industrializados em geral contém muita gordura saturada, que agrava os processos inflamatórios do corpo. O resultado? Cólicas, dor nas mamas e acne. Por isso, o melhor mesmo é consumir um chocolate de boa qualidade, com no mínimo 60% de cacau. “O cacau é rico em triptofano, que estimula a produção de serotonina, o neurotransmissor responsável pela sensação do bem-estar. Ele melhora a irritação e a ansiedade”, explica a nutricionista Roseli Ueno Ninomiya.

Café e chá mate

Em excesso, a cafeína aumenta o cortisol, hormônio do estresse, e diminui a produção de serotonina no cérebro, aquela mesma que proporciona a sensação de prazer e bem-estar. As consequências são o aumento da tensão, da irritabilidade, da ansiedade e até de sintomas como a dor de cabeça. Três xícaras de café por dia é a dose máxima recomendada.

Para combater a irritação, inclua na dieta castanha-do-pará e abacate. “Eles são ricos em beta-sitosterol, uma substância que modula o cortisol”, afirma a nutricionista Rachel Faria, especialista em Nutrição Funcional e Ortomolecular.

A falta de magnésio no organismo também colabora com a irritação. Portanto, os alimentos que são fontes desse mineral podem ser incluídos na dieta no período. “Além das oleaginosas, cereais integrais e leguminosas -- como feijão, lentilha e grão-de-bico -- são ricos em magnésio”, explica a nutricionista Marcela Rossini Montenegro.

Carboidratos refinados

Doces cheios de açúcar, pães e as massas refinadas, como macarrão e lasanha, também devem ser evitados no período. "Depois que são consumidos, alimentos que são fontes de carboidratos refinados promovem uma queda de energia muito rápida e logo vem o cansaço, o desânimo e o mal-estar”, explica Roseli. As melhores opções são os carboidratos complexos, porque as fibras retardam a absorção da glicose. Arroz e massas integrais, granola e aveia são boas pedidas.

Vale também colocar no prato outros ingredientes que combatem a moleza típica desse período do mês. “Chia e frutas vermelhas são ricas em substâncias antioxidantes e desintoxicantes. Sua ação melhora muito a energia e a disposição”, diz Rachel. O cálcio presente em folhas verde-escuras e nos derivados do leite também ajuda a combater o cansaço.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo