! Não quer ficar sem voz, assim como Adele? Separamos 3 dicas do especialista - 02/07/2017 - UOL Estilo de vida

Não quer ficar sem voz, assim como Adele? Separamos 3 dicas do especialista

Getty Images
Adele precisou cancelar seus dois últimos shows. Imagem: Getty Images

Vivian Ortiz

Do UOL, em São Paulo

02/07/2017 13h47

A cantora Adele foi obrigada a cancelar os dois últimos shows de sua turnê que faria no estádio de Wembley, neste final de semana, por conta de problemas nas cordas vocais.

"Eu sofri vocalmente nessas duas noites. Tive que forçar mais do que o normal. Parecia que tinha que limpar minha garganta. Eu fui ver meu médico esta noite, porque minha voz não saia o dia todo, e parece que danifiquei minhas cordas vocais", explicou a cantora em suas redes sociais.

Curiosamente, outra famosa que também está com problemas nesta região é a atriz Mayim Bialik, a Amy da série "The Big Bang Theory", que deverá ficar um mês sem falar devido a um estiramento das cordas vocais.

FAMOSAS E NÃO FAMOSAS

De acordo com  o otorrinolaringologista Fausto Nakandakari, que é especialista em laringe e voz pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, todo mundo está sujeito esse tipo de situação.

Apesar de ser muito mais frequente em profissionais que fazem uso da voz, como cantores, professores e telefonistas, existem alguns cuidados que todos podemos tomar para evitar ficar na mesma situação que as duas. Confira!

1. Preste atenção

Ficou rouco? Em via de regra, é bom procurar um especialista para investigar o motivo. Especialmente se for uma rouquidão de longa data, há mais de três meses, por exemplo. "Se o sintoma estiver associado a uma discreta dor de garganta, falta de ar e dificuldade de engolir, o ideal é procurar imediatamente um pronto-socorro", alerta Nakandakari.

Isso porque lesões e infecções nas cordas vocais podem evoluir para calos, cistos, hemorragias e até tumores malignos, como o câncer na laringe. Está sentindo a voz estranha? Vá investigar.

2 . Mantenha sua higiene vocal

Evite tomar gelado antes do uso da voz. Também é interessante fugir de comidas muito gordurosas, que dão refluxo gastroesofágico e podem machucar as cordas vocais, predispondo a rouquidão e outros problemas

Falar em volume confortável (sem gritar ou cochichar), dormir bem e não ficar "coçando" a garganta com pigarros são outras dicas que ajudam a manter a sua voz em dia. Beber bastante água também é fundamental, por conta da hidratação da área, o que ajuda a melhorar a elasticidade delas.

3. Silêncio e nada de pastilhas

Fez tudo errado e está rouco? Além de procurar ajuda, se for o caso, a dica é não abusar da voz e fechar a boca, ficando em silêncio. Também fuja daquelas pastilhas especiais, que trazem apenas um alívio momentâneo, mascaram e não resolvem o problema.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor