Vida saudável

Com dieta de baixa caloria, diabetes tipo 2 pode ser revertido

iStock
Imagem: iStock

Do UOL

13/09/2017 12h12

Uma longa pesquisa pediu para que pessoas com diabetes tipo 2 seguissem uma dieta de baixa caloria e confirmou que a doença é reversível.

Roy Taylor, professor da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, passou quase quatro décadas estudando a condição e sua pesquisa revelou que perder quase 1 grama de gordura no pâncreas por meio de dieta pode restabelecer a produção normal de insulina, revertendo o diabetes tipo 2. Essa reversão é possível por pelo menos 10 anos após o início da doença.

“Eu acho que a verdadeira importância desse trabalho é para os próprios pacientes”, disse Taylor. “Muitos descreveram para mim como fazer uma dieta de baixa caloria tem sido a única opção para prevenir o que eles pensavam ser inevitável tratar somente com medicamentos. Ao estudar os mecanismos subjacentes, nós pudemos demonstrar a simplicidade do diabetes tipo 2.”

iStock
Uma dieta de baixa caloria reduz a gordura do fígado e do pâncreas Imagem: iStock

Livre-se da gordura no fígado e no pâncreas e reverta a doença

O estudo confirma que esse tipo de diabetes é causado pelo excesso de gordura no fígado e no pâncreas. Isso faz com que o fígado tenha dificuldade de responder à insulina. Como ela controla o processo normal de fazer glucose, o fígado aumenta ainda mais essa produção. Simultaneamente, o excesso de gordura nesse órgão aumenta o processo de exportar gordura para todos os tecidos. No pâncreas, esse excesso de gordura causa falha na produção de insulina.

A pesquisa mostrou que quando a ingestão de alimentos em excesso diminuiu acentuadamente por meio de uma dieta de baixa caloria, todos esses fatores anormais foram revertidos.

Em apenas sete dias seguindo uma dieta de baixas calorias, o estudo ainda confirmou uma profunda queda na gordura do fígado, resultando na normalização da sensibilidade da insulina hepática. A glicemia em jejum também normalizou após esse tempo. Ao longo de oito semanas, o teor elevado de gordura no pâncreas caiu e a secreção de insulina foi restabelecida.

iStock
Perder peso é a única maneira de diminuir a gordura no pâncreas Imagem: iStock

Perca peso e mantenha o diabetes distante

“A boa notícia para quem tem essa condição é que mesmo que você tenha ela há 10 anos, pode reverte-la ao retirar uma pequena quantidade de gordura do pâncreas. E até o presente, isso só pode ser feito por meio da perda de peso”, disse Taylor.

O professor explicou a ciência por trás dos mecanismos: "O trabalho no laboratório mostrou que o excesso de gordura na célula produtora de insulina causa perda de função. As células entram em um modo de sobrevivência e não contribuem para o bem-estar do corpo inteiro. A remoção do excesso de gordura permite a retomada da função especializada da produção de insulina.”

Ele acrescentou: "Surpreendentemente, observou-se que a dieta concebida como uma ferramenta experimental foi realmente aceita pelos participantes da pesquisa. Os voluntários relataram não sentir fome ou cansaço e tiveram um aumento rápido do bem-estar."

O programa foi dividido em duas fases. Primeiro os participantes faziam restrição calórica sem exercícios adicionais. Depois o peso era mantido com modesta restrição calórica e aumento da atividade física diária. Esta abordagem fez com que os voluntários perdessem cerca de 15 kg.

Depois que os detalhes foram postados no site da Universidade de Newcastle, a ideia foi aplicada clinicamente e as pessoas relataram que o diabetes tipo 2 foi revertido e que elas continuaram a ter níveis normais de glicose ao longo dos anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Topo